Início / Agricultura / 98,2% dos alimentos da UE cumpre limites legais de resíduos de pesticidas

98,2% dos alimentos da UE cumpre limites legais de resíduos de pesticidas

O último relatório anual da Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos (EFSA) sobre resíduos de pesticidas nos alimentos garante que 98,2% dos produtos alimentares se encontram dentro dos limites legais.

O relatório abrange mais de 88.000 amostras de alimentos colhidas na União Europeia em 2020. A análise dos resultados mostra que 94,9 % das amostras se encontravam dentro dos níveis legalmente permitidos. Para o subconjunto de 12.077 amostras analisadas no âmbito do programa de controlo coordenado da UE (PCMA UE), 98,2% encontravam-se dentro dos limites legais.

O MACP da UE analisa amostras colhidas aleatoriamente de 12 produtos alimentares — em 2020 foram cenouras, couve-flor, kiwis, cebolas, laranjas, pêras, batatas, feijão seco, arroz integral, grãos de centeio, fígado de bovino e gordura de aves de capoeira. O mesmo cabaz de produtos é analisado de três em três anos, o que significa que podem ser identificadas tendências ascendentes ou descendentes para mercadorias específicas.

Das amostras analisadas no programa coordenado:

  • 68,5 % (8.278 amostras) foram considerados isentos de níveis quantificáveis de resíduos
  • 29,7 % (3,590) continham um ou mais resíduos em concentrações inferiores ou iguais aos níveis permitidos
  • 1,7 % (209) continham resíduos superiores ao máximo legal, dos quais 113 (0,9 %) não estavam conformes.

Para além dos dados harmonizados e comparáveis recolhidos no âmbito do programa coordenado, o relatório anual da EFSA inclui igualmente dados recolhidos no âmbito das actividades nacionais de controlo realizadas por cada Estado-membro da UE, Noruega e Islândia.

Os programas nacionais de controlo baseiam-se nos riscos, visando produtos susceptíveis de conter resíduos de pesticidas ou relativamente aos quais tenham sido identificadas infracções legais em anos anteriores. Estes programas fornecem informações importantes aos gestores de riscos, mas — ao contrário dos dados do PCUE — não fornecem uma imagem estatisticamente representativa dos níveis de resíduos que se espera encontrar nos alimentos nas prateleiras das lojas em toda a Europa.

Os resultados dos programas de monitorização constituem uma valiosa fonte de informação para estimar a exposição dos consumidores da UE a resíduos de pesticidas por via alimentar. A EFSA realizou uma avaliação dos riscos dietéticos no âmbito da sua análise dos resultados, o que sugere que os produtos alimentares analisados em 2020 não são susceptíveis de constituir uma preocupação para a saúde dos consumidores.

Pode ler o relatório completo aqui.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

III Fórum Smart Farm Anipla debate alimentos seguros, agricultura e tecnologia

Partilhar              A Anipla — Associação Nacional da Indústria para a Protecção das Plantas organiza o III …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.