Início / Agricultura / 86% dos fundos do PRORURAL+ aplicados no sector agrícola nos Açores correspondem a privados

86% dos fundos do PRORURAL+ aplicados no sector agrícola nos Açores correspondem a privados

O secretário Regional da Agricultura e Florestas afirmou hoje, 6 de Outubro, na Ilha de São Miguel, que 86% da dotação total do PRORURAL+, ou seja, mais de 293 milhões de euros correspondem a privados, contribuindo conjuntamente com o Governo dos Açores para alavancar a modernização e o desenvolvimento do sector agrícola.

“Este é um indicador muito positivo, que corresponde a mais de 293 milhões de euros, o que traduz, desde logo, confiança no futuro do sector por parte dos agricultores, empresários agrícolas, bem como da agroindústria, que serão aplicados no sector agrícola para criar mais valor, riqueza, emprego nas diferentes ilhas e contribuem para fixar população nas zonas rurais”, referiu João Ponte, à margem da visita à empresa Agro Coração, no concelho do Nordeste.

O governante destacou que os restantes 14% da dotação total do PRORURAL+ dizem respeito à componente pública, sendo que a grande maioria destes 47 milhões de euros foram afectos à comparticipação de investimento do Governo dos Açores em infra-estruturas agrícolas, como caminhos, abastecimento de água e electrificação das explorações, bem como à modernização da rede regional de abate, algo fundamental para criar mais condições de trabalho aos agricultores, reduzir custos de produção e contribuir para o desenvolvimento das várias áreas do setor agrícola, como é o caso do sector da carne.

João Ponte revelou que, actualmente, a taxa de compromisso do PRORURAL+ atinge já 94% e a taxa de execução situa-se em 77%.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

PS Açores acusa Governo Regional de falhas na gestão das quotas pesqueiras

Partilhar              O Partidos Socialista (PS) dos Açores entregou um requerimento ao Governo Regional dos Açores, intitulado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.