Início / Agricultura / 83% dos reprodutores bovinos machos de raças puras de carne foram adquiridos em 2019 nos Açores

83% dos reprodutores bovinos machos de raças puras de carne foram adquiridos em 2019 nos Açores

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O secretário Regional da Agricultura e Florestas anunciou que 83% dos reprodutores bovinos machos de raças puras produtoras de carne apoiados em 2019 foram adquiridos nos Açores.

“Este indicador é o resultado da aposta estratégica que tem vindo a ser feita na melhoria genética dos animais por parte dos produtores, considerando que a aquisição de mais bovinos na Região é positivo, porque contribui para dinamizar a economia local e reduz riscos de ordem sanitária, relativamente à opção de adquirir animais fora da Região”, referiu João Ponte.

As raças

Por outro lado, destacou que, fruto do crescimento verificado nos núcleos de raças puras de carne existentes nos Açores, como é o caso da Charolesa, Abeerden Angus, Limousine e Simmental-Fleckvieh, com animais bem adaptados ao meio ambiente, deixou de haver tanta necessidade de adquirir bovinos fora dos Açores.

O governante revelou que, em 2019, foram apoiadas, através da Direcção Regional da Agricultura, 195 candidaturas, o que significa mais 28% do que no ano anterior.

A portaria que regula o quadro de incentivos financeiros destinados à aquisição de reprodutores bovinos de raças produtoras de carne indica que podem ser alvo de apoio quatro raças, nomeadamente Limousine, que representa 45% das aquisições feitas em 2019, Charolesa (28%), Aberdeen-Angus (24%) e Simmental-Fleckvieh (3%).

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Docapesca abre concurso para sinalização do estado da barra e avisos de temporal em Quarteira

Partilhar            A Docapesca – Portos e Lotas abriu um concurso para a sinalização visual do estado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.