Início / Agricultura / 6,75% da área agrícola portuguesa já é biológica

6,75% da área agrícola portuguesa já é biológica

A produção agrícola em regime biológico representava 6,75% da área total cultivada em Portugal no ano de 2016. Segundo os dados agora divulgados pelo Eurostat, a área da agricultura biológica certificada cresceu 22% desde 2012, passando de 20.833 hectares para 245.052 no final do ano passado.

Portugal está praticamente na média nos Estados-membros da União Europeia, que se situa nos 6,7%.

A liderar a taxa de ocupação da terra em produção biológica está a Áustria (21,25%), seguida da Suécia (18,3%), Estónia (18,02%), Itália (14,19%), República Checa (14%), Letónia (13,42%), Finlândia (10,47%), Eslovénia (9,75%) e Suíça (9,31%).

Diz uma nota do Eurostat que a agricultura biológica combina as melhores práticas ambientais, um alto nível de biodiversidade, a preservação dos recursos naturais e altos padrões de qualidade baseados em substâncias e processos naturais.

Meta de 250 mil hectares

Relembre-se que, em Julho de 2017, a Direcção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural (DGADR) perspectivava que em 2020 a área da produção em regime biológico ultrapasse os 250.000 hectares. Perante os dados avançados pelo Eurostat, essa meta deverá ser ultrapassada muito antes.

Em 2015, a superfície em agricultura biológica atingiu o valor de 239.864 hectares, o que corresponde a um acréscimo de 12% face a 2014, traduzindo por um lado, a consolidação da produção biológica e por outro, a resposta a um novo regime de apoios a este modo de produção a vigorar de 2014 a 2020 realça o documento agora publicado pela DGADR sobre “A Produção Biológica – Dados e evolução em Portugal – Medidas de apoio 2007-2020 – Planos de acção”. Pode consultar o documento aqui.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Empresa húngara procura fornecedores de produtos para casa e jardim, hortícolas, ferramentas e produtos de irrigação

Partilhar              Uma empresa familiar húngara, fundada em 1991, está à procura um parceiro que possa representar no …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.