Início / Agenda / 1º Encontro de Sistemas Agroflorestais de Sucessão debate contributo para o futuro da agricultura biológica

1º Encontro de Sistemas Agroflorestais de Sucessão debate contributo para o futuro da agricultura biológica

A Escola Superior Agrária de Coimbra organiza o 1º Encontro de Sistemas Agroflorestais de Sucessão, onde se pretende dar a conhecer o contributo dos sistemas agroflorestais de sucessão para o futuro da agricultura biológica.

O evento, em parceria com a DRAP Centro — Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Centro, a realizar-se em formato hibrido, presencial e online, terá lugar no dia 15 de Dezembro de 2021, a partir das 9 horas, nas instalações da Escola Superior Agrária de Coimbra.

O evento é gratuito mas de inscrição obrigatória, aqui. A data limite de inscrição, na versão presencial, é 10 de Dezembro (limitado a 60 vagas), e na versão online 13 de Dezembro.

Programa

8h30 – Abertura do Secretariado

9h00 – Sessão de Abertura – João Noronha (ESAC-IPC), Fernando Martins (Director Regional DRAPC)
Sessão 1 – Ciência e Investigação
Moderação – Pedro Mendes Moreira (ESAC-IPC)

9h10 – SAFS, perspectivas e oportunidades – Pedro Mendes Moreira (ESAC-IPC)

9h25 – Agroforestry or Multi-Layer Agriculture? Inspirations from Europe and the Sahel – Ambrogio Costanzo (The Organic Research Centre, UK)

9h50 – SAFS: o caso português – Ricardo Leitão (ESAC-IPC/CFE-UC)

10h05 – Fronteiras na investigação em Ecologia – Luís Cunha (CFE-UC)

10h20 – Direitos do ambiente: qual a legitimidade política na remuneração dos Serviços de EcossistemaPedro Bingre do Amaral (ESAC-IPC)

10h35 – Coffee break

Sessão 2 – Agronomia e Floresta
Moderação – Rosa Guilherme (DRAPC)

11h00 – Funcionalidade do Solo nos SAFS – Daniela Santos (ESAC-IPC)

11h15 – A importância dos SAFS no aumento da resiliência aos incêndios rurais- José Gaspar (ESAC-IPC)

11h30 – Desafios à viabilidade económica dos SAFS – Isabel Dinis (ESAC-IPC)

11h45 – Os SAFS e a Agricultura Biológica – Denis Hickel (Quinta da Rainha/Quinta do Alecrim)

12h00 – Sessão de perguntas

12h30 – Almoço

Sessão 3 – Economia e Sociedade
Moderação: Jorge Capitão (Consultor)

14h00 – Um retrato (impressionista) da agroecologia em Portugal – Sara Magalhães (cE3c-UL)

14h25 – Terra Sintrópica: a regeneração pelo uso – Pedro Nogueira (Associação Terra Sintrópica)

14h30 – A agroecologia e a transição alimentar: breve reflexão – Helena Freitas (CFE-UC)

14h45 – Contributos e desafios da Rede Rural Nacional para os SAFS – Mª Custódia Correia (Rede Rural Nacional)

15h00 – A arquitectura verde no Plano Estratégico da PAC – Eduardo Diniz (Gab. de Planeamento, Políticas e Administração Geral)

15h15 – Sessão de perguntas

15h45 – Coffee break

Sessão 4 – Agricultura
Moderação: Ricardo Leitão (ESAC-IPC/CFE-UC)

16h00 – Mesa Redonda
António Coelho (Horta da Malhadinha)
João Ferreira (Mendes Gonçalves)
Marc Leiber (Quinta das Abelhas)
Ricardo Meireles (Quinta da Manguela)
Tânia Carvalho (Lugar da Terra)
Walter Sandes (Preguiça Activa)

17h00 – Sessão de Encerramento – Isabel Dinis (ESAC-IPC)

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Agricert: produção agrícola convencional “não pode continuar” a ser “o modo de produção”

Partilhar              “A produção convencional não pode continuar a ser “o modo de produção”. É necessário optar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.