Início / Agricultura / 10% da área agrícola espanhola já é biológica. Mais de 2,4 milhões de hectares em 2020

10% da área agrícola espanhola já é biológica. Mais de 2,4 milhões de hectares em 2020

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O ministro da Agricultura, Pesca e Alimentação de Espanha, Luis Planas, anunciou hoje, 12 de Julho, que a área destinada à produção biológica no país aumentou 3,5% em 2020, em relação ao ano anterior, atingindo 2.437.891 hectares. Estes dados confirmam uma tendência de crescimento médio anual da área biológica de 4,8% nos últimos cinco anos e já colocam a área agrícola útil (SAU) dedicada à agricultura biológica em 10%.

O Ministério refere em comunicado que “Espanha, primeiro país europeu em superfície e produção biológica e o terceiro do Mundo — atrás da Austrália e da Argentina —, pode cumprir em 2030 o objectivo, estabelecido no Pacto Ecológico Europeu, de alocar 25% das terras agrícolas para a produção biológica, também em linha com a agenda de transformação ecológica do Governo”.

A maior parte da área biológica correspondeu a pastagens permanentes, com mais de 1,27 milhões de hectares, seguidas das culturas permanentes (662.423 hectares) e culturas arvenses (502.075 hectares), segundo estudo do Ministério da Agricultura, Pesca e Alimentação “Produção Biológica 2020”.

Avança o mesmo comunicado que “45% da superfície biológica está na Andaluzia (mais de um milhão de hectares), seguida de Castela-La Mancha, que tem um pouco mais de 17% da área total e 422.864 hectares; e a Catalunha, com 10,5% do total e quase 257.000 hectares”.

Em relação ao aumento de hectares dedicados a culturas permanentes (+ 9%), destaca-se a área de frutas cítricas (+ 19%, para 19.843 hectares), bananeiras e frutas tropicais (+ 16%, para 6.929 hectares ) e castanha (+ 16%, até 196.940 hectares), assim como o crescimento de plantas colhidas em verde para ração animal (+ 10%).

No entanto, a maior área de culturas permanentes corresponde aos olivais (222.722 ha), seguidos da castanha (196.940 ha) e das vinhas (131.182 ha).

Aquacultura biológica

A aquacultura biológica tem também apresentado um crescimento sustentado da produção atingindo quase 7.480 toneladas e onde se destacam os mexilhões com 3.585 toneladas. Houve um aumento de 61 explorações de aquacultura para 174, principalmente motivado por uma mudança da certificação em grupo para a certificação individual em um dos produtores.

Os dados do relatório “Produção Biológica 2020” é elaborado anualmente pelo Ministério da Agricultura, Pesca e Alimentação.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Cuidado com a queima de sobrantes florestais. GNR identifica homem de 78 anos por incêndio em Vila Real

Partilhar              O Comando Territorial de Vila Real da Guarda Nacional Republicana (GNR), através do Núcleo de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.