Início / Economia / Volume de Negócios na Indústria abrandou para 5,9% em Maio de 2018

Volume de Negócios na Indústria abrandou para 5,9% em Maio de 2018

O Índice de Volume de Negócios na Indústria apresentou um crescimento homólogo nominal de 5,9% em Maio (13,1% no mês anterior). O índice relativo ao mercado nacional cresceu 4,9% (12,1% em Abril), enquanto o do mercado externo aumentou 7,4% (variação de 14,5% no mês precedente), revela o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Os índices de emprego, de remunerações e de horas trabalhadas apresentaram variações homólogas de 3,2%, 4,0% e 0,1% em maio (3,4%, 7,3% e 4,6% no mês anterior, pela mesma ordem).

Volume de negócios

Em termos nominais, o Índice de Volume de Negócios na Indústria aumentou 5,9% em Maio, taxa inferior em 7,2 pontos percentuais (p.p.) à observada em Abril. Este resultado foi influenciado pela diferença no número de dias úteis, tendo Abril e Maio de 2018, respectivamente, mais dois e menos um dia que nos períodos homólogos.

Ambos os mercados registaram abrandamentos. O índice de vendas com destino ao mercado nacional cresceu 4,9% em Maio, após o aumento de 12,1% no mês precedente, enquanto o relativo ao mercado externo teve um crescimento de 7,4% (14,5% em Abril).

Os índices dos agrupamentos de Bens de Investimento e de Energia cresceram 16,6% e 12,5% (31,9% e 14,2% em Abril), respectivamente, tendo contribuído em conjunto com 5,3 p.p. para a variação do índice total. Os agrupamentos de Bens de Consumo e de Bens Intermédios aumentaram 1,4% e 0,7% (8,0% e 8,5% em Abril, pela mesma ordem).

O índice de volume de negócios na indústria registou uma variação mensal de 9,1% em Maio (16,5% em igual mês de 2017).

Mercado Nacional

As vendas na indústria com destino ao mercado nacional aumentaram 4,9% em maio, após terem crescido 12,1% no mês anterior.

O contributo mais expressivo (2,3 p.p.) para a variação do índice agregado resultou do aumento de 7,3% registado na Energia (16,4% em Abril). Os Bens de Investimento e os Bens de Consumo aumentaram 14,1% e 4,2%, respectivamente (23,1% e 8,8% em Abril, pela mesma ordem) e contribuíram conjuntamente com 2,5 p.p. para a variação do índice deste mercado.

A variação mensal do índice de vendas na indústria para o mercado nacional foi de 6,7% (14,0% em Maio de 2017).

Mercado Externo

Em Maio, o índice de vendas na indústria para o mercado externo cresceu 7,4% face ao período homólogo, o que traduz uma desaceleração de 7,1 p.p. relativamente a Abril.

Todos os agrupamentos apresentaram taxas de variação homóloga inferiores às observadas em Abril, excepto o de Energia, que passou de 2,9% em Abril para 37,1% em Maio, e contribuiu com 3,4 p.p. para a variação do índice deste mercado.

O principal contributo para a variação agregada foi dado pelos Bens de Investimento (4,3 p.p.), em resultado do crescimento de 18,0% (36,9% no mês anterior). O índice dos Bens de Consumo diminuiu 2,5%, após o aumento de 6,8% em Abril e contribuiu com -0,7 p.p. para o índice agregado.

O índice de vendas na indústria para o mercado externo cresceu 12,6% em Maio (20,1% em igual mês de 2017).

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

Sr. Empresário, conte a sua história. Crédito Agrícola promove passatempo com a MasterCard

O Crédito Agrícola, em colaboração com a Mastercard, lança hoje. 23 de Julho, o passatempo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.