Início / Agricultura / Vasco Cordeiro: investimentos em matadouros reforça condições do sector da carne para criar valor

Vasco Cordeiro: investimentos em matadouros reforça condições do sector da carne para criar valor

O presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro, afirmou hoje, 18 de Junho, na Ilha Graciosa, que a conclusão do ciclo de investimentos na construção e modernização dos matadouros da Região garante as condições para o sector da carne gerar cada vez mais valor, reforçando, assim, a competitividade da agricultura açoriana.

“Com a inauguração deste novo matadouro da Ilha Graciosa estamos a concluir um grande ciclo de investimentos neste tipo de infraestruturas na Região”, com o objectivo central de contribuir para criar mais empregos e mais rendimento para os produtores das várias ilhas, afirmou Vasco Cordeiro.

Inauguração do matadouro na Graciosa

O presidente do Governo Regional, que falava na inauguração do matadouro construído de raiz na Graciosa, salientou que este investimento de cerca de 5,4 milhões de euros constitui, por isso, “mais uma pedra neste alicerce da construção da competitividade do sector agrícola”.

Além do novo matadouro da Graciosa, a modernização da rede regional de abate incluiu a construção do novo matadouro do Faial e a ampliação e modernização dos matadouros das ilhas Terceira e São Miguel, num investimento global superior a 15 milhões de euros.

Matadouro de São Jorge  a seguir

Depois de assegurar que a situação do matadouro de São Jorge será também resolvida, Vasco Cordeiro garantiu que a intervenção do Governo dos Açores nesta área não se limita ao investimento em infra-estruturas, incidindo também na componente da segurança e qualidade alimentar dos produtos transformados nesta rede regional de abate.

“Já foram entregues os comprovativos da certificação pela norma ISO 22.000 aos matadouros da Terceira e de Santa Maria. No próximo mês será a vez do matadouro do Pico. Actualmente decorre o processo de certificação dos matadouros da Graciosa, do Faial, das Flores e de São Jorge. Relativamente a São Miguel, a expectativa é que o processo fique concluído ainda este ano”, referiu.

Salas de desmancha

Relativamente à concessão das salas de desmancha, o presidente do Executivo açoriano adiantou que está em fase de conclusão o concurso para o matadouro do Faial e, em São Miguel, a sala de desmancha já foi adjudicada a uma empresa privada.

No caso da Graciosa, serão desencadeados brevemente os procedimentos com vista à abertura de concurso para a concessão da nova sala de desmancha.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

O Vinho do Porto pode aprender com o champanhe a subir o preço médio das garrafas

O Barca Velha pode ajudar o Douro a tornar os seus vinhos mais caros, tal …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.