Início / Agenda / Universidade de Lisboa debate a sustentabilidade alimentar das cidades

Universidade de Lisboa debate a sustentabilidade alimentar das cidades

O Colégio Food, Farming and Forestry (F3) da Universidade de Lisboa organiza, juntamente com o Escritório da FAO em Portugal e junto da CPLP, a sua 2.ª Conferência Anual sob o tema “A Sustentabilidade Alimentar das Cidades”, a realizar-se no próximo dia 2 de Novembro, no Salão Nobre da Reitoria da Universidade de Lisboa.

A organização diz que o tema será “abordado com uma visão holística para gerar um debate amplo e inclusivo que interrogue expectativas, comportamentos e políticas”.

O evento, aberto ao público, contará, de manhã, com uma mesa-redonda onde participarão entidades e actores relevantes, provenientes de diversos quadrantes que representam aquelas que são as áreas-chave. À tarde, oradores de várias das Escolas da Universidade de Lisboa promoverão um diálogo multidisciplinar, ilustrando o valor acrescentado gerado pelas sinergias e complementaridades inter-Escolas e Centros de Investigação.

População mais urbana mas preocupara com nutrição

Explicam os responsáveis pelo Colégio Food, Farming and Forestry que a “constatação de que, nas próximas décadas, a população mundial será mais urbana e mais preocupada com a nutrição e a saúde ambiental reforça a necessidade de garantir sistemas alimentares sustentáveis e resilientes e recomenda pensar tais sistemas com base em instrumentos adequados de ordenamento do território. Nas cidades e regiões metropolitanas circundantes, os processos agro-alimentares locais, regionais e globais têm grande potencial para gerar sinergias, e as funções de produção, procura, distribuição, consumo e gestão de resíduos devem ser analisadas de modo sistémico”.

A entrada é livre mas o registo é obrigatório, aqui.

Programa aqui.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

CNCFS leva Seminário sobre a Alfarroba a Loulé. Entrada gratuita

O Centro Nacional de Competências dos Frutos Secos (CNCFS) organiza um Seminário sobre a Alfarroba, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.