Início / Agricultura / UE renova a aprovação da substância activa tolclofos-metilo usada em fungicidas

UE renova a aprovação da substância activa tolclofos-metilo usada em fungicidas

A Comissão Europeia renovou a aprovação da substância activa tolclofos-metilo, utilizada em fungicidas, mas apenas para as culturas da batata e flores ornamentais. Os fitofármacos com tolclofos-metilo são indicados para o combate ao fungo Rhizoctonia, que ataca também as culturas de amendoim, arroz, cenoura, feijão, soja, entre outras.

Explica o Regulamento de Execução 2019/1101 da Comissão, de 27 de Junho de 2019, que a aprovação da substância activa tolclofos-metilo expira em 30 de Abril de 2020. Por isso, foi apresentado um pedido de renovação da aprovação do tolclofos-metilo.

Autorização apenas em plantas ornamentais e batatas

Mas, a Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos diz que é necessário, contudo, estabelecer certas condições e restrições.

É, em especial, adequado restringir a utilização dos produtos fitofarmacêuticos que contêm tolclofos-metilo, a fim de minimizar a exposição dos consumidores a certos metabolitos e reduzir a exposição de organismos aquáticos e de mamíferos selvagens a esta substância, autorizando a sua utilização apenas em plantas ornamentais e em batatas.

Acrescenta o Regulamento de Execução que a avaliação do risco para a renovação da aprovação do tolclofos-metilo baseia-se num número limitado de utilizações representativas que, no entanto, não restringem as utilizações para as quais os produtos fitofarmacêuticos que contêm tolclofos-metilo podem ser autorizados. “Por conseguinte, é adequado retirar a restrição de utilização exclusivamente como fungicida”.

Pode ler o Regulamento completo aqui.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Academia do Vinho Verde tem curso sobre negociações e venda. Parceria com a Porto Business School

A Academia do Vinho Verde vai realizar um curso dedicado às “Negociações e Venda”, de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.