Início / Agricultura / Tudo o que deve saber para semear favas correctamente na sua horta

Tudo o que deve saber para semear favas correctamente na sua horta

Artigo de opinião de Rosa Moreira, Eng.ª Agrónoma, promotora do site A Cientista Agrícola

Como semear favas: contextualização

Contrariamente a outro tipo de leguminosas, as favas têm um sabor peculiar e característico.  As favas quando são cozinhadas imediatamente após serem colhidas, têm um sabor completamente distinto daquele que identificamos das favas compradas no supermercado. As favas são classificadas de formas distintas, distinguindo-se  quer pelo tamanho da vagem quer pela cor das sementes, quer pela época da sementeira. Saiba como semear favas neste artigo,  cuidados principais, pragas e doenças mais frequente e o momento do colheita mais adequado.

Como cultivar favas: principais dicas

As favas necessitam de um solo exposto e com boa exposição solar e ao mesmo tempo, que seja protegido  dos ventos fortes especialmente nas variedades de Inverno.

O solo deve ser fértil q.b. de forma a que se consiga incorporar melhor o adubo ou composto na cava do Inverno anterior.   Dependendo das variedades de favas escolhidas, pode começar a semeá-las no fim do Outono,  Inverno ou início da Primavera.

Opte por semear favas duas linhas no interior de uma vala superficial, com pelo menos 25 cm de largura e alguma profundidade.  As sementes devem ficar distanciadas pelo menos 20 cm umas das outras e as linhas devem distar 60 cm entre si.  Uma outra alternativa de sementeira possível é a de semear favas em vasos no fim do Inverno para que possam depois ser transplantados para o exterior, na Primavera.

semear favas e ervilhas

Quando cultivar favas

Época de sementeira ideal: fim de Outono/ início do Inverno  até ao fim da Primavera

Distância de sementeira / plantação utilizada: 25cm

Profundidade de sementeira: 5cm

Distância entre linhas de sementeira:

Colheita: até ao final do Verão

 semear favas em que fase da lua

Principais variedades de favas

“Aquadulce Claudia”– vagem comprida e sementes de cor branca

” Bunyards Exhibition”– vagem comprida com sementes brancas

“Express”– sementes com coloração verde-pálida

“Hylon”– vagem comprida, sementes brancas

“Imperial Green Longpod”– vagem comprida e sementes verdes

“Jade”– vagem verde comprida

“Jubilee Hysor”-sementes branca

“Jumbo”– sementes grandes verdes

“masterpiece Green Longpod”– vagem comprida, sementes verdes

“red epicure”- sementes vermelhas

“relon”-vagem comprida, sementes verdes

“The sutton”– anã, sementes verde-pálido;

“White windsor”-sementes brancas

Dicas para semear estacas: colocação de estacas

As variedades de favas que crescem mais em altura necessitam  que seja criado um suporte atando a este um cordel. Um exemplo de suporte adequado são as canas que são previamente colocadas em espaçamentos regulares ao longo de cada linha dupla de sementeira.

Quando a floração da cultura surge , deve desbastar os topos da cultura  cerca de 10 cm para reduzir o risco do aparecimento de pragas como o pulgão-preto e favorecer o enchimento do grão. Garanta que rega frequentemente a cultura, especialmente nos períodos mais secos.

Principais alertas- pragas e doenças

Tal como referido anteriormente, o problema mais sério de todos é o pulgão-preto que felizmente pode ser evitado caso se desbaste as extremidades da planta.  Geralmente, as favas são razoavelmente imunes a problemas , embora as manchas possam causar alguns distúrbios. No entanto, em casos extremos, deve queimar ou destruir de algum modo as plantas afectadas assim que termine a colheita. Sempre é um procedimento mais seguro do que e encaminhá-las para o compostor ou pilha de compostagem.

 quando devo semear as favas

Fonte da imagem: https://www.youtube.com/watch?v=z7td3_HzGYo

Quando colher e como armazenar

Considera-se um momento ideal para colher quando as favas tiverem inchado no seu interior. Algumas destas, podem ser colhidas numa fase mais precoce de forma a serem cozidas inteiras.

Evite ao máximo colher favas envelhecidas pois são baste rígidas e farinhentas.  Dependendo dos gostos, algumas pessoas gostam de cozinhar e comer as extremidades das favas que foram cortadas.

Quanto ao armazenamento, faça os possíveis para comê-las em fresco/apanhadas da planta.  No entanto, caso tenha excedentes ou preferia não comer logo no momento, pode congelá-las para  comer futuramente.

Pode também secá-las de forma a armazená-las por mais tempo.

Artigo adaptado de Manual Prático de Horticultura de Ricard Bird. Editorial Estampa, disponível em: https://www.fnac.pt/MANUAL-PRATICO-DE-HORTICULTURA-Richard-Bird/a10525

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Governo dos Açores promove formação a colaboradores do projecto Life Vidalia

A Secretaria Regional da Energia, Ambiente e Turismo dos Açores, através da Direcção Regional do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.