Início / Política / Ambiente / Trump notifica ONU da saída do Acordo de Paris. WWF: “não é do melhor interesse dos Estados Unidos”

Trump notifica ONU da saída do Acordo de Paris. WWF: “não é do melhor interesse dos Estados Unidos”

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, notificou na sexta-feira, 4 de Agosto, as Nações Unidas por escrito da sua intenção de abandonar o Acordo de Paris sobre as alterações climáticas. Apesar de tudo, o secretário-geral da ONU, António Guterres, garantiu à BBC que Washington vai continuar a negociar o Acordo de Paris, depois do chefe de Estado francês, Emmanuel Macron, ter dito em Julho que Trump lhe garantiu que ia procurar uma solução nos próximos meses para a saída do país do acordo.

Perante o acto de Trump, o vice-presidente senior da WWF para as Alterações Climáticas e Energia, Lou Leonard, disse “não há nada de novo no anúncio, mas reforça uma decisão que não é do melhor interesse dos Estados Unidos”.

Lou Leonard adianta que “ignorar a ameaça climática coloca a América em último, não em primeiro. Isso prejudica a nossa melhor hipótese de limitar os impactos perigosos do celeiro do Midwest americano para o abastecimento de água das Montanhas Rochosas. Isso compromete as negociações comerciais para as empresas dos EUA que fazem negócios no exterior. Isola ainda mais os Estados Unidos de líderes mundiais que reafirmaram o seu compromisso de cumprir a promessa do Acordo de Paris. Desconsidera a maioria dos americanos de todos os Estados e direcções partidárias que apoiam o Acordo de Paris”.

Empresários dos EUA pela energia limpa

Para aquele ambientalista, “a boa notícia é que o resto da América já tomou a liderança para aproveitar as oportunidades da economia de energia limpa. Milhares de CEOs americanos, presidentes de universidades, governadores e presidentes de Câmara estão lado a lado para afirmar: ‘we are still in’, ainda podem contar connosco para o combate às alterações climáticas e para promover a prosperidade e a segurança dos Estados Unidos. Os líderes mundiais devem saber que, apesar da inacção em Washington, aqueles que lideram a economia americana estão ainda dentro, e totalmente comprometidos em honrar nossos compromissos climáticos de Paris”.

“Esta nova onda de liderança norte-americana será um importante parceiro para o G19 e outros países para garantir que o Acordo de Paris atinja marcos importantes e promova uma acção maior. Não temos tempo a perder”, realça o vice-presidente senior da WWF para as Alterações Climáticas e Energia.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

SIMAB faz nova parceria para potenciar negócios agroalimentares no Reino Unido

A SIMAB – Sociedade Instaladora de Mercados Abastecedores e a The Portuguese Trade, L.td acabam …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *