Início / Agenda / Trabalhar pelo bem-estar de burros e pessoas. AEPGA precisa de voluntários

Trabalhar pelo bem-estar de burros e pessoas. AEPGA precisa de voluntários

A AEPGA— Associação para o Estudo e Protecção do Gado Asinino está à procura de voluntários para trabalhar pelo bem-estar de burros e pessoas. Em Miranda do Douro. E não só.

Com a chegada do Outono e seguindo o mote “Trabalhar pelo bem-estar de burros e pessoas”, a AEPGA lança uma vez mais a campanha de voluntariado a favor do bem-estar dos asininos do Planalto Mirandês. Um projecto de cinco dias.

Os voluntários estarão sempre acompanhados por técnicos da AEPGA e espera-se o seu apoio em diversas tarefas, como:

  • cuidados diários dos burros: alimentação (aveia, feno, ração, água), apoio a tratamentos veterinários, escovagem, limpeza dos cascos, atenção a comportamentos anormais – a explicar aquando a chegada do voluntário(a);
  • manutenção diária dos centros: limpeza e arrumação, limpeza das manjedouras e bebedouros, tarefas pontuais de manutenção (limpeza de estrume, construção/arranjo de vedações, fazer a cama dos burros, arrumar fardos, limpeza dos cobrejões, suadouros e alforges, limpeza e recolha de lenha dos lameiros adjacentes ao centro);
  • acompanhamento dos veterinários e ferrador na visita aos criadores e proprietários de Burros das aldeias do Nordeste Transmontano, com o objectivo de avaliar a saúde dos animais e partilhar informação sobre bem-estar asinino

As datas da campanha são as seguintes:

  • 4 de Novembro – 8 de Novembro
  • 2 de Dezembro – 7 de Dezembro

Voluntários

Contudo, caso potenciais voluntários tenham aptidões especiais (experiência em equitação natural, desenvolvimento de campanhas e eventos, fotografia e vídeo, gestão de base de dados, formação em design gráfico, etc.) não enumeradas na lista acima e lhes pareça que estas possam ser úteis à AEPGA, a associação agradece que partilhem com ela, de modo a ponderar a planificação de um voluntariado especializado.

“Estamos certos que a experiência de voluntariado será muito enriquecedora, pela aquisição de novos conhecimentos e de competências, partilha de experiências e convívio com os técnicos da AEPGA e com habitantes locais”, explica a organização.

A Associação

A Associação para o Estudo e Protecção do Gado Asinino é uma associação sem fins lucrativos que foi fundada a 9 de Maio de 2001 e tem por objecto social a protecção e promoção do Gado Asinino, em particular a raça autóctone de asininos das Terras de Miranda – Burro de Miranda.

Esta associação reúne criadores e admiradores deste gado e contribui para o melhoramento genético e criação de um conjunto de animais de características semelhantes, que actualmente sobrevive no Planalto Mirandês, representando a primeira raça autóctone de asininos de Portugal.

Em linhas gerais, a AEPGA pretende a preservação e aproveitamento desta raça autóctone de forma a salvar um património genético, ecológico e cultural único no nosso país. Pretende também re-valorizar a imagem do burro a nível nacional, particularmente do Burro de Miranda, contribuindo para a recuperação do seu efectivo e potenciação de um modelo de aproveitamento sócio-económico que respeite e preserve o riquíssimo património cultural e natural da região do Nordeste Transmontano.

A AEPGA possui três centros vocacionados para actividades específicas, onde se encontram alojados os animais (burros) pertencentes à Associação.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Maria do Céu Albuquerque inaugura a AgroVouga, feira agrícola de Aveiro

A ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, vai marcar presença na inauguração da feira …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.