Início / Empresas / Tetra Pak assinala Dia Mundial do Ambiente com 21.º relatório de sustentabilidade

Tetra Pak assinala Dia Mundial do Ambiente com 21.º relatório de sustentabilidade

A Tetra Pak publicou hoje, 5 de Junho, a edição de 2019 do Relatório de Sustentabilidade, assinalando o 21.º ano de divulgação de resultados nesta matéria. De forma a assinalar o Dia Mundial do Ambiente, a Tetra Pak partilha neste documento as acções, investimentos e ambições na área da sustentabilidade.

Ao longo das últimas duas décadas, a abordagem da empresa do ponto de vista da divulgação das suas acções no âmbito da sustentabilidade evoluiu significativamente: desde os compromissos e acções ambientais do primeiro relatório, em 1999, até à avaliação de todas os componentes da organização e dos seus impactes (inclusive em termos sociais e de governança de fornecedores).

Adoptando um conjunto de parâmetros de auto-avaliação alinhados com as directrizes da Global Reporting Initiative (GRI), e subscrevendo os Objectivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas, foi levado a cabo um processo de avaliação das acções de forma a garantir que a empresa alcançou os melhores resultados possíveis.

Embalagens sustentáveis

No relatório deste ano, é possível encontrar a estratégia de portefólio de embalagens sustentáveis da Tetra Pak e os 80 milhões de euros investidos no desenvolvimento de palhinhas de papel, tampas não removíveis e outras soluções que substituem a utilização de palhinhas de plástico de origem fóssil de 2019 a 2021.

A Tetra Pak disponibiliza no mercado português a várias marcas embalagens com tampas fabricadas a partir de cana de açúcar, um recurso natural e renovável, o que significa uma redução do impacto ambiental.

Por outro lado, o relatório explica como a empresa está a caminho de cumprir as suas ambições de redução das emissões de carbono até 2020, poupando um total acumulado equivalente a 10 milhões de toneladas de CO2 desde 2010 ao longo de toda a sua cadeia de valor

Também no relatório está o compromisso da empresa com a Ellen MacArthur Foundation New Plastics Economy.

Parcerias de reciclagem

O documento mostra também as parcerias de reciclagem com empresas como a Veolia, estabelecidas com o propósito de expandir a colaboração e acelerar a reciclagem de embalagens de cartão para bebidas a nível global.

A Tetra Pak investiu 20 milhões de euros desde 2012 para apoiar infra-estruturas de recolha e reciclagem. Além disso, criou 45 novos cargos dentro da empresa para apoiar o acompanhamento da recolha e reciclagem de embalagens em todo o mundo.

No mercado português, a taxa de reciclagem de embalagens de cartão para bebidas tem vindo a aumentar nos últimos anos e a Tetra Pak pretende aumentar ainda mais os seus esforços no futuro.

Cartão é a solução de embalagem com uma menor pegada de carbono

Adicionalmente, Análises de Ciclo de Vida realizadas por entidades independentes, em 2018, na Europa demonstram que as embalagens de cartão para alimentos líquidos têm até três vezes menos emissões de CO2 do que embalagens de plástico, o que confirma que o cartão é a solução de embalagem com uma menor pegada de carbono na maioria dos casos. Em média, embalagens de cartão da Tetra Pak com 200ml contêm seis vezes menos plástico do que o equivalente numa garrafa de plástico.

“Nos meus 20 anos na Tetra Pak, a sustentabilidade esteve sempre no centro das nossas prioridades no que toca à protecção dos alimentos, das pessoas e do futuro”, disse Mário Abreu, vice-presidente para a área de Sustentabilidade.

Compromissos de sustentabilidade

E acrescenta que “o processo de divulgação de resultados anual mantém-nos focados nos nossos compromissos de sustentabilidade, tanto interna como externamente, e aprendemos muito ao longo de todo este caminho – especialmente, a importância das parcerias, a conquista de pequenas vitórias e a completa transparência”.

Por sua vez, Ingrid Falcão, responsável de sustentabilidade da Tetra Pak Ibéria, diz que “os esforços desenvolvidos pela Tetra Pak em Portugal são um grande motivo de orgulho. Não só atingimos os objectivos que tinham sido traçados a nível nacional e a nível global, como o conseguimos fazer apostando numa ampla diversidade de iniciativas e dirigidas a vários públicos”.

“Para o seu sucesso contribuíram também as parcerias consolidadas com os vários clientes, fornecedores e entidades que fazem parte da nossa actividade no país”, acrescentou Ingrid Falcão.

Pode ler o relatório completo aqui.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

DGAV promove Concurso de Fotografia sobre a actividade veterinária

A DGAV — Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária promove, até 30 de Setembro 2019 um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.