Início / Agenda / Tem cortiça para extrair em 2020? Saiba antecipadamente o seu valor

Tem cortiça para extrair em 2020? Saiba antecipadamente o seu valor

É produtor e tem extracção de cortiça esperada para 2020? Se tem pode pedir uma amostra antecipada e conhecer antecipadamente o valor da sua cortiça. Para tal basta aceder à página de Internet da APFC – Associação de Produtores Florestais do Concelho de Coruche e Limítrofes, aqui.

A associação explica que existem “modelos de crescimento da cortiça que permitem estimar, a partir do calibre aos 8 anos, os acréscimos que vão ocorrer até aos nove anos de criação. Esta amostragem permite prever as características das cortiças a extrair na próxima campanha, antecipando a negociação”.

Amostra da qualidade da cortiça

O serviço de amostra de qualidade da cortiça é realizado anualmente desde 1992, tendo “permitido um melhor conhecimento das cortiças de cada produtor, em função da qualidade e calibre, criando uma base sólida para a comercialização das mesmas e melhorando substancialmente a capacidade de negociação do produtor”, acrescenta a APFC. E refere que o conhecimento efectivo do valor potencial de uma partida de cortiça que se vai comercializar é um factor cada vez mais importante na obtenção de um “bom negócio”. “A realização de uma amostra de qualidade da cortiça a extrair é a ferramenta para atingir esse objectivo”, diz a mesma fonte.

As amostras da qualidade podem ser feitas à cortiça no montado, na pilha e amostra de humidade da cortiça (no montado ou na pilha). A amostra de cortiça deverá ser preferencialmente realizada no montado previamente à extracção (com 8, 9 ou mais anos de criação), dispondo a APFC de modelos de crescimento da cortiça para estimar os aumentos de calibre do 8.º para o 9.º ano.

Pode consultar as amostras realizadas aqui.

A APFC foi criada em 1992 e tem como principal objectivo a defesa e a promoção dos interesses dos proprietários florestais da região. A área de influência da associação é o concelho de Coruche e os concelhos limítrofes, tais como Mora, Vendas Novas, Benavente, Salvaterra de Magos, Almeirim, Chamusca e Ponte de Sôr. Actualmente conta com 448 associados representando aproximadamente 215.941 hectares.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Pedro Nuno Santos: expansão do Porto de Sines é “crítico para o desenvolvimento” de Portugal

O ministro das Infra-estruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, afirmou que a expansão do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.