Início / Economia / Taxa de inflação mantém-se nos 0,9% em Julho de 2017

Taxa de inflação mantém-se nos 0,9% em Julho de 2017

A variação homóloga do Índice de Preços no Consumidor (IPC) situou-se em 0,9% em Julho de 2017, taxa idêntica à registada no mês anterior. O indicador de inflação subjacente (índice total excluindo produtos alimentares não transformados e energéticos) registou uma variação homóloga de 1,0%, menos 0,1 pontos percentuais (p.p.) que no mês anterior, revela o Instituto Nacional de Estatística (INE).

A variação mensal do IPC foi -0,7% (-0,4% no mês anterior e -0,7% em Julho de 2016). A variação média dos últimos doze meses fixou-se em 1,1%, taxa idêntica à registada no mês anterior.

O Índice Harmonizado de Preços no Consumidor (IHPC) português registou uma variação homóloga de 1,0%, valor idêntico ao mês anterior e inferior em 0,3 p.p. à estimativa do Eurostat para a área do Euro (em Junho, a diferença entre as duas taxas foi também de 0,3 p.p.). O IHPC registou uma variação mensal de -0,6% (-0,5% no mês anterior e -0,6% em Julho de 2016) e uma variação média dos últimos doze meses de 1,2% (valor idêntico ao registado no mês anterior).

Preços de vestuário a cair

Por classes de despesa, são de destacar as diminuições das taxas de variação homóloga das classes do Vestuário e
calçado e dos Transportes, com -2,5% e 1,1%, respectivamente (-1,6% e 1,5% no mês anterior).

Em sentido oposto, assinalam-se os aumentos das taxas de variação homóloga das classes da Habitação, água,
electricidade, gás e outros combustíveis (classe 4) e do Lazer, recreação e cultura (classe 9), com variações de 0,5% e
2,5%, respectivamente (-0,2% e 2,1% no mês anterior).

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

APOGER diz que guia electrónica de acompanhamento de resíduos é “abusiva”

  A APOGER — Associação Portuguesa de Operadores de Gestão de Resíduos e Recicladores, opõe-se …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *