Início / Agricultura / Superfície de milho diminui pelo quinto ano consecutivo

Superfície de milho diminui pelo quinto ano consecutivo

As sementeiras de milho iniciaram-se em meados de Abril e estão praticamente concluídas, revela hoje, 19 de Julho, o Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Julho de 2019, do  Instituto Nacional de Estatística (INE).

A superfície desta cultura deverá diminuir 5% face à instalada em 2018, mantendo a tendência de diminuição dos últimos cinco anos (período que registou uma variação anual média de -5,7%).

Acrescentam os técnicos do INE que, exceptuando algumas zonas do Baixo Vouga, onde houve a necessidade de ressemear devido a ataques de alfinete, a germinação e o desenvolvimento inicial decorreram sem problemas.

No entanto, as baixas temperaturas de Junho atrasaram o desenvolvimento vegetativo das searas, que actualmente apresentam pouco vigor, situação perfeitamente reversível com o expectável aumento das temperaturas e insolação nos próximos meses.

Reduções generalizadas na produtividade dos cereais de Inverno

Quanto às culturas cerealíferas de Outono-Inverno encontram-se em plena maturação, tendo-se já iniciado a colheita.

As searas de sequeiro encontram-se rasteiras devido às elevadas temperaturas e escassa precipitação do mês de Março, que interromperam os processos de desenvolvimento vegetativo e induziram um espigamento precoce, com reflexos nas produtividades potenciais.

Prevêem-se reduções generalizadas nos rendimentos unitários destas culturas (excepto no centeio que, sendo produzido maioritariamente no interior Norte e Centro, não foi sujeito a condições meteorológicas tão adversas).

Estimam-se diminuições de 10% no trigo e cevada e de 15% no triticale e aveia.

De referir que, face à menor produção forrageira, algumas áreas de aveia inicialmente destinadas à produção de grão foram desviadas para feno ou fenossilagem.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

ASAE apreende 15 toneladas de mel em Ponte da Barca por má rotulagem

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu 15 toneladas de mel em Ponte …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.