Início / Agenda / Simpósio dos Abacates e Citrinos tem inscrições gratuitas abertas. Inscreva-se aqui

Simpósio dos Abacates e Citrinos tem inscrições gratuitas abertas. Inscreva-se aqui

A Magos Irrigation Systems e a Hubel Verde organizam o “Simpósio Abacates e Citrinos 2018”, a 27 de Março, no auditório da DRAP Algarve — Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve, no Patacão, em Faro.

As inscrições são gratuitas, limitadas à capacidade do auditório e sujeitas a confirmação, mas obrigatórias, até ao dia 22 de Março, para ricardo.vargues@hubel.pt ou ecorreia@magos.pt.

Dando continuidade à sua estratégia de partilha de conhecimento com os agricultores, a Magos Irrigation Systems e a Hubel Verde levam a debate, no Algarve, duas das principais culturas agrícolas da região: os abacates e os citrinos.

Painel de especialistas

Um painel de especialistas, entre produtores, viveiristas, investigadores e técnicos, abordará de forma particular a cultura do abacate, que nos últimos anos se expandiu no Algarve e no Alentejo litoral, onde se estima que existam perto de 1000 hectares plantados.

Rafael Gómez, do Colégio Oficial dos Engenheiros de Málaga e especialista em fruticultura subtropical, abordará a produção de abacate na província de Málaga, onde se concentra 70% da produção espanhola deste fruto, que ronda os 10.000 hectares e as 55.000 toneladas.

Também de Málaga virá António Ruiz, responsável dos Viveros Camaguey, para falar sobre “Origem de plantas, formas de propagação, porta-enxertos e variedades de abacates”.

Produção e comercialização

A mesa redonda sobre produção e comercialização, moderada por Gonçalo Andrade, Presidente da Portugal Fresh, contará com algumas das principais empresas produtoras de abacates do Algarve – Agrohusa, Frusoal, Frutas Mourinho e JBI Group – e uma empresa do Oeste, com investimento no Alentejo, em conjunto com uma multinacional sul-africana.

Greening dos citrinos

No capítulo da fitossanidade vegetal, serão abordados dois problemas que actualmente preocupam os produtores: a doença do HBL – Greening dos citrinos e a Xylella fastidiosa.

Relativamente à primeira, trata-se de uma doença bacteriana do floema, transmitida por um insecto vetor, a Psila africana ou Trioza erytreae, que nos EUA levou a uma diminuição drástica da produtividade dos pomares de citrinos e um declínio do sector.

Em Portugal, o vector da doença foi identificado na zona Litoral, do Minho até Setúbal, constituindo uma potencial ameaça à citricultura do País.

Xylella fastidiosa

A Xylella fastidiosa é uma bactéria transmitida por insectos picadores-sugadores que se alimentam de seiva e dos conteúdos do xilema.

Pode afectar cerca de 300 espécies de plantas, entre as quais os citrinos, causando a clorose dos citrinos. Esta bactéria foi detectada nas Ilhas Baleares, em Espanha, no final de 2017.

Programa

O Simpósio, que será moderado por Jorge Reis, director-executivo da revista Frutas, Legumes e Flores, terá início às 8h30, estando a cargo de Fernando Severino, director Regional de Agricultura e Pescas do Algarve, a sessão de abertura.

António Gastão, administrador da Magos Irrigations Systems, fará uma apresentação sobre “Sistema global de rega para abacates e citrinos” e João Caço, director-executivo da Hubel Verde, falará sobre “Soluções agronómicas integradas para altas rentabilidades”.

Pode ver o programa aqui.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

Director Regional da Agricultura: sector da carne cresce significativamente nos Açores

O director Regional da Agricultura destacou o crescimento significativo que se regista na fileira da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.