Início / Agricultura / SIMAB e Brastece fomentam relações comerciais Portugal-Brasil

SIMAB e Brastece fomentam relações comerciais Portugal-Brasil

Fomentar a importação e exportação com base nos operadores dos respectivos Mercados é a primeira intenção do Memorando de Entendimento agora subscrito pela Sociedade Instaladora de Mercados Abastecedores (SIMAB) e pela Confederação Brasileira das Associações e Sindicatos de Comerciantes em Entrepostos de Abastecimento (Brastece).

Rui Paulo Figueiredo, CEO da SIMAB, e Waldir de Lemos, presidente da Brastece, consideram estar reunidas as condições para o fortalecimento das relações bilaterais que possam potenciar as trocas comerciais entre os respectivos clientes, daí podendo resultar um posicionamento mais interessante no contexto do comércio internacional.

Relações comerciais mais fortes

“O propósito deste memorando é estabelecer um quadro prático para o desenvolvimento de relações comerciais mais fortes entre as duas partes e estabelecer os procedimentos de cooperação que possam melhorar a implementação de objectivos económicos recíprocos”, afirma-se no documento.

Assim, além do “estabelecimento de programas de intercâmbio comercial”, as duas entidades propõem-se instalar ‘lojas de negócios’ (business outlets) do Brasil em Portugal e de Portugal no Brasil.

Estudo do “status” da agricultura

Neste propósito de colaboração entre duas entidades representantes do comércio grossista em Portugal e no Brasil inclui-se ainda o “estudo do “status” da agricultura e tecnologias afins” e a “sugestão de medidas de troca de desenvolvimento da agricultura economicamente viável e ecologicamente sustentável“.

Comprometem-se ainda as partes a, em conjunto, “realizar estudos de viabilidade comercial de todos os produtos economicamente viáveis para o comércio entre os dois países” em questão.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

Governo dos Açores desafia agricultores a diminuir a dependência dos apoios

O director Regional da Agricultura afirmou, na ilha Terceira, que os agricultores devem apostar, cada …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.