Início / Agricultura / Rui Nabeiro eleito pelos portugueses Personalidade de Confiança

Rui Nabeiro eleito pelos portugueses Personalidade de Confiança

O comendador Rui Nabeiro, fundador e presidente da Delta Cafés, volta a ganhar a primeira posição do Estudo Personalidades de Confiança 2016, na categoria “Empresário”. Álvaro Siza Vieira é outra das Personalidades de Confiança 2016. O conceituado arquitecto português, que se encontra a dois meses de representar Portugal na exposição de arquitectura da Bienal de Veneza, conquista o maior índice de confiança na nova categoria “Arquiteto”.

As conclusões resultam do estudo “Marcas de Confiança 2016”, da Selecções do Reader’s Digest, que desde 2012 avalia os níveis de confiança em personalidades em Portugal.

O actual Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa é eleito “Político de Confiança” pelos portugueses, pelo segundo ano consecutivo.

Já António Gentil Martins, prestigiado cirurgião pediátrico, célebre pela separação, em 1978, das primeiras gémeas siamesas que sobreviveram em Portugal, vence na nova categoria “Médico”. E Isabel Jonet, presidente do Banco Alimentar Contra a Fome, é Personalidade de Confiança 2016 na qualidade de “Dirigente de Organização Não Governamental”.

José Rodrigues dos Santos é dupla Personalidade de Confiança 2016, como “Jornalista” e “Escritor”, há cinco anos consecutivos.

Também Ruy de Carvalho enquanto “Actor” e Rui Veloso como “Músico/Compositor” somam, pelo quinto ano, o título de Personalidade de Confiança.

Estudo “Marcas de Confiança 2016”

Criado em 2001, o estudo “Marcas de Confiança” tem como objectivo medir o grau de confiança em determinadas realidades, com especial enfoque em marcas, sendo uma avaliação que permite às empresas a leitura da percepção dos seus negócios, por parte dos seus clientes, e a aferição do seu índice de fidelidade, constituindo uma importante ferramenta na sua análise estratégica.

Em Portugal, este estudo foi realizado através de questionário endereçado a 13.200 assinantes da revista Selecções do Reader’s Digest. As respostas foram apuradas por método de pergunta aberta, sem qualquer sugestão, originando deste modo respostas espontâneas, entre 15 de Setembro e 30 de Novembro de 2015.

De notar que quem participa neste estudo está sujeito a uma inibição por 24 meses, o que assegura uma nova amostra todos os anos.

Ficha técnica:

– “Marcas de Confiança da Europa 2016” foi realizado pela Selecções do Reader’s Digest pelo 16.º ano consecutivo.

– Este estudo de consumo tem como objectivos identificar as marcas em que os consumidores mais confiam e avaliar os níveis de confiança em produtos e serviços, repartidos por 65 categorias, e foi levado a cabo entre Setembro e Novembro de 2015.

– A selecção da amostra e as respostas foram ponderadas pela população portuguesa, nas variáveis género e idade.

– O processamento de dados foi feito por Wyman Dillon, empresa sediada em Bristol, no Reino Unido, e a margem de erro é de 3,9%.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

DGAV alerta para vírus do fruto rugoso castanho do tomateiro e pimenteiro

A União Europeia estabeleceu medidas de emergência para o Tomato Brown Rugose Fruit Virus (ToBRFV), …

2 comentários

  1. Maria rosa leitão

    É de facto muito importante.esta informação pois para mim são uma referência e.estou completamente de acordo com as marcas e personalidades escolhidas
    Identifico me com estas escolhas. Obrigada e Parabéns

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.