Início / Agricultura / Queijo com ‘leite’ de amêndoa? Sim, há e a Yogan já tem certificação biológica

Queijo com ‘leite’ de amêndoa? Sim, há e a Yogan já tem certificação biológica

A Yogan acaba de obter a certificação biológica dos seus produtos. A startup de Vila Nova de Famalicão, criada por Martinha Costa e instalada na incubadora Famalicão Made IN (polo de Vilarinho), reforça a sua missão de comercializar alternativas vegan ao queijo tradicional, tendo por base o ‘leite’ de amêndoa.

O queijo da Yogan é produzido a partir do ‘leite’ de amêndoa, apenas com recurso a ingredientes naturais. É 100% vegan, sem lactose, sem açucares, intensificadores de sabor, conservantes e outros aditivos nocivos. “O nosso compromisso é oferecer uma alternativa saudável ao queijo de origem animal. Por isso, recorremos às propriedades da amêndoa fermentada para lhe oferecer a alternativa mais natural e saudável do mercado”, diz fonte da empresa.

As mesmas características do tradicional

O projecto de Martinha Costa garante que o seu queijo “mantêm todas as características que nos levam a consumir queijo de origem animal: o sabor, a frescura, o facto de derreter nas pizzas e tostas”.

O queijo Yogan recebeu o Prémio Empreendedorismo Associação Acredita Portugal – 2015, na categoria Comércio e Serviços.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

Guloso lança gama de tomate biológico do Ribatejo

A “melhor selecção” de tomate biológico chega agora à mesa dos consumidores portugueses e é …

4 comentários

  1. Não existe leite de amêndoas,mas sim esparregado ou esmagado,ou triturado ou cosido de amêndoas ,dar o nome de leite a isso devia ser proibido. Obrigado

    • CarlosCaldeira

      Bom dia. Caro Sérgio, tem toda a razão. Utilizámos a expressão dos promotores da startup, mas já colocámos aspas em ‘leite’, porque não é mesmo leite.

    • Antonio Almeida

      É mesmo proibido, tanto o leite como queijo.
      Informação das autoridades competentes em curso.

  2. Antonio Almeida

    Queijo? Leite de amêndoa???

    Portaria nº 73/90, artigo 2º

    “Considera-se queijo o produto fresco ou curado, de consistência variável, obtido por coagulação e dessoramento do leite ou do leite total ou parcialmente desnatado, mesmo que reconstituído, e também da nata, do leitelho, bem como da mistura de alguns ou de todos estes produtos incluindo o lactossoro, sem ou com adição de outros géneros alimentícios”

    Portaria nº 470/87, artigo 2º

    “Considera-se «leite alimentar» o leite cru destinado ao consumo humano de forma directa ou indirecta e que for produzido por animais (…)”

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *