Início / Agenda / Queijo de Serpa: Escola Superior Agrária de Beja apresenta Grupo Operacional SerpaFlora

Queijo de Serpa: Escola Superior Agrária de Beja apresenta Grupo Operacional SerpaFlora

A Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Beja realiza, no próximo dia 19 de Junho, a apresentação do Grupo Operacional SerpaFlora, com debate de assuntos relacionados com a valorização da flora autóctone do queijo de Serpa, nomeadamente no que diz respeito à utilização de inóculos autóctones em queijos de elevado padrão: queijo de ovelha vs queijo Serpa e o inóculo valor SerpaFlor.

Grupo Operacional SerpaFlora

O Grupo Operacional SerpaFlora propõe uma estratégia de inovação ao nível do sector através da introdução no mercado de um Inóculo-Valor, bem adaptado à tecnologia de produção. O que terá vantagens tecnológicas, de segurança alimentar, nutricionais/valor probiótico, com realce de determinadas características sensoriais.​

Por outro lado, o grupo pretende a introdução de queijos (não DOP) no mercado, elaborados com leite cru e adição de inóculo, que podem ser produzidos a partir de leites de pior qualidade, assim como a introdução de queijos (não DOP) no mercado, elaborados com leite pasteurizado e adição de inóculo, devido a uma exploração de mercados de exportação mais exigentes.

E orientar os leites de qualidade excepcional para a produção de queijo Serpa-DOP.

Saiba tudo sobre o Grupo Operacional SerpaFlora aqui.

Programa

10h00 – Recepção aos participantes

10h30 – Apresentação do Grupo Operacional

10h45

  • Importância da avaliação da qualidade no apoio à decisão
  • Utilização de Inóculos autóctones em queijos de elevado padrão: queijo de ovelha vs queijo Serpa
  • O inóculo valor SerpaFlor – possíveis variantes

11h00 – Apresentação da dinâmica de grupo

11h15 – Dinâmica de grupo

12h00 – Coffee break

12h50 – Conclusões

13h00 – Encerramento

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Captura de peixes marinhos cresce 14,4% em Julho. Pesca de cavala e carapau lidera

O volume de capturas de pescado em Portugal, em Julho de 2019, aumentou 14,4% (-4,2% …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.