Início / Agricultura / PróToiro responde a António Costa: Tourada à Portuguesa contribui para preservação da biodiversidade do montado e lezíria
Foto: Câmara Municipal de Vila Franca de Xira

PróToiro responde a António Costa: Tourada à Portuguesa contribui para preservação da biodiversidade do montado e lezíria

A PróToiro – Federação Portuguesa de Tauromaquia respondeu a António Costa, também em carta aberta, garantindo que “vai vigiar o compromisso de liberdade” do primeiro-ministro.

Diz a Federação ao primeiro-ministro que “é importante que saiba que a Tourada à Portuguesa é, além de uma arte performativa ética, um património cultural único no Mundo; uma cultura ecológica que promove o respeito pela natureza e contribui para a preservação da biodiversidade do montado e lezíria”.

Acrescenta a Federação que a Tourada à Portuguesa é “uma cultura que salvou o toiro da extinção e lhe dá uma vida de bem-estar imbatível“, salientando que é uma “cultura ética que promove valores humanistas como a coragem, o respeito pelo outro, a amizade ou a solidariedade”.

IVA igual

A PróToiro representa aficionados, empresários tauromáquicos, forcados, ganadeiros, toureiros, tertúlias e as misericórdias proprietárias de praças de toiros. “Juntos damos emprego a milhares de pessoas que trabalham diariamente para levar esta arte a milhões de portugueses. É mais do que muitas outras formas de cultura se podem orgulhar”, realça a Federação.

Foto: Campo Pequeno

E, no que diz respeito ao IVA, diz que “a tauromaquia não quer usufruir de benesses especiais. Exige um tratamento de igualdade e não discriminatório face às demais actividades culturais, como é seu por direito”,acrescentando que “a PróToiro, aliás, na defesa da igualdade de direitos, foi a primeira organização a propor ao Ministério da Cultura a descida do IVA para toda a cultura, numa reunião em Janeiro de 2018”.

1 M€ por ano para acção social

A carta da PróToiro realça ainda que se trata de “uma cultura socialmente responsável que gera mais de um milhão de euros anuais para acção social”, que “gera riqueza e emprego, muitas vezes em zonas deprimidas, contribuindo para corrigir assimetrias sociais no território, apesar de não ter apoios do Estado central”.

Reforçando que a tourada é uma “cultura de liberdade, respeitadora do direito à diferença, no exercício das liberdades fundamentais da nossa democracia”, a PróToiro saúda a carta do primeiro-ministro António Costa em resposta à de Manuel Alegre, num “diálogo franco e respeitador dos valores da pluralidade e da diversidade, herança inquestionável de Abril”.

“Respeitadores do pluralismo e amantes da liberdade”

“Tal como António Costa, também nós somos respeitadores do pluralismo e amantes da liberdade e defendemos os ‘valores e direitos imanentes à condição humana, o primeiro dos quais a liberdade de consciência'”, pode ainda ler-se na carta.

A PróToiro realça ainda: “Tal como o primeiro-ministro, podemos não concordar com algumas opiniões, mas defenderemos o direito de quem não gosta da Tauromaquia de o poder dizer. É por isso que reclamamos de António Costa, o que escreveu na carta – respeito mútuo, tolerância e defesa da liberdade”.

Foto: Campo Pequeno

E acrescenta: “não aceitamos a qualificação feita das touradas como um espectáculo de violência. É absurda. Concordamos com a posição, subscrita por António Costa, enquanto presidente da Câmara de Lisboa, quando distinguiu o forcado José Luís Gomes pela ‘sensibilidade e valentia próprios da arte taurina'”.

Pode ler a carta completa aqui.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Cotações – Bovinos – Informação Semanal – 11 a 17 Novembro 2019

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas As cotações médias nacionais dos novilhos …

Um comentário

  1. Uma minoría composta por meia duzia de carrascos retardados exige a demissão da ministra de cultura. O que é que o povo Português pensa disto?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.