Início / Agricultura / Projecto MilkEE mostra-se aos técnicos que apoiam produtores de leite

Projecto MilkEE mostra-se aos técnicos que apoiam produtores de leite

O projecto MilkEE — que visa a capacitação e mobilização das explorações leiteiras para a eficiência no uso de recursos e promoção da bioeconomia — promoveu os primeiros eventos públicos nos dias 23 e 24 de Setembro na Proleite — Cooperativa Agrícola de Produtores de Leite, em Ul, Oliveira de Azeméis, e na AGROS — União de Cooperativas de Entre Douro e Minho e Trás-os-Montes, Póvoa de Varzim. Os eventos foram dirigidos aos técnicos que, directa ou indirectamente, apoiam os produtores de leite.

Foram abordados todos os temas envolvidos no projecto MilkEE nos dois eventos. A apresentação do projecto, um consórcio entre a Confagri — Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas e do Crédito Agrícola de Portugal, AGROS, Proleite, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e ISQ, foi feita pela Confagri.

Diagnósticos energéticos e hídricos a explorações leiteiras

Foram divulgados os resultados dos diagnósticos energéticos e hídricos a explorações leiteiras, conduzidos pelo ISQ, tendo João Silva apresentado os resultados obtidos evidenciando os principais consumos e analisado as principais medidas que permitem aumentar a eficiência destas explorações nestes domínios.

O Prof. Henrique Trindade da UTAD fez o diagnóstico das explorações relativamente ao uso dos efluentes, evidenciando a importância do balanço de nutrientes na gestão das explorações leiteira.

Aplicação MilkEE

Já Pedro Miranda, do ISQ, apresentou ainda a aplicação MilkEE, desenvolvida no âmbito do projecto e que permite a cada exploração leiteira aceder e, carregando alguma informação relativa aos seus consumos e equipamentos, ter um auto-diagnóstico com sugestões de melhoria e fazer uma análise comparativa com a média das outras explorações que já utilizaram a aplicação, mantendo sempre a confidencialidade dos dados.

No evento da Proleite, o encontro contou ainda como convidados os técnicos da DGADR – Direcção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural, Patricia Moreira da Fonseca, Pedro Borges e Carla Dias que fizeram uma comunicação sobre as emissões de amoníaco a partir dos efluentes pecuários e da sua valorização e a forma de minimizar essas emissões.

Na sessão da AGROS o projecto contou com uma comunicação de uma empresa do universo AGROS, a Agros Comercial, que, na sequência da intervenção de João Silva, apresentou a sua experiência sobre algumas soluções de eficiência energética ao alcance das explorações leiteiras.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Cotações – Suínos – Informação Semanal – 14 a 20 Outubro 2019

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas Deu-se um ligeiro decréscimo das cotações …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.