Início / Agricultura / Produtores de cereais no Ministério da Agricultura analisam Estratégia Nacional para a Promoção da Produção de Cereais

Produtores de cereais no Ministério da Agricultura analisam Estratégia Nacional para a Promoção da Produção de Cereais

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O XXI Governo Constitucional, o primeiro liderado por António Costa, aprovou no dia 26 de Julho de 2018 a Resolução de Conselho de Ministros 101/2018, que reconhece a importância para o nosso país da Estratégia Nacional para a Promoção da Produção de Cereais. Uma iniciativa promovida pelo então ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos,

Decorridos cerca de 18 meses desde a publicação desta Resolução, as direcções da Anpoc — Associação Nacional de Produtores de Proteaginosas, Oleaginosas e Cereais, da Anpromis — Associação dos Produtores de Milho e Sorgo de Portugal e da AOP — Associação de Orizicultores de Portugal reuniram-se no passado dia 20 de Dezembro com a ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque e com o secretário de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, Nuno Russo, para analisarem em conjunto este documento e fazerem um ponto da situação relativamente às medidas que ainda falta implementar.

Portugal historicamente dependente da importação de cereais

De realçar que Portugal é historicamente um País dependente da importação de cereais. Em 1989, os níveis de auto-aprovisionamento eram de 60%, porém, a diminuição da produção e o aumento das necessidades conduziram a um valor actual particularmente baixo, a rondar os 23%, o que constitui uma singularidade no contexto europeu e mundial, que coloca inclusivamente em causa a soberania alimentar do País.

Durante a reunião a ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, teve ocasião de reiterar o “total empenho do Governo na implementação desta Estratégia, afirmando que não se deve alterar o que está bem feito”.

Marca “Cereais de Portugal”

Os produtores de cereais recordam que este documento é composto por dezassete medidas, entre as quais algumas que julgam mais emblemáticas como são a criação da marca “Cereais de Portugal”; a constituição de uma Organização Inter-profissional para os Cereais e a promoção da capacitação técnica das Organizações de Produtores de cereais, com vista a aumentar a transferência de conhecimento para os seus associados.

Ver também:

Produtores de Cereais: Estratégia Nacional para a Promoção da Produção de Cereais, bem-vinda

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Maria do Céu Albuquerque: “cultura do milho assume importância reconhecida pelo País e pelo Governo”

Partilhar            A ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, marcou presença na sessão de encerramento do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.