Início / Agricultura / Produtores agrícolas: Espargo não é apenas um vegetal gourmet

Produtores agrícolas: Espargo não é apenas um vegetal gourmet

Os produtores nacionais de espargo estão apostados em “descontruir” a ideia de que a utilização do espargo na gastronomia portuguesa se associa, exclusivamente, a uma vertente gourmet.

Durante o dia de hoje, 25 de Janeiro, decorre em Felgueiras, na Casa das Artes, o I Encontro Nacional dos Produtores de Espargo, numa iniciativa organizada pela Cooperativa Agrícola Terras de Felgueiras que pretende também alertar e sensibilizar o sector para a necessidade de profissionalizar a produção e comercialização do espargo em Portugal.

“Queremos despertar e fomentar o interesse pelo cultivo desta iguaria, evitando que se crie uma moda do espargo e que esta moda possa depois denegrir a cultura e todos os anos de esforço por parte dos empresários já instalados. O espargo nacional tem um enorme potencial, mas para isso temos de ser profissionais, desde a produção até à comercialização”, considera Rui Pinto, director da Cooperativa Agrícola Terras de Felgueiras.

Maioria do espargo vem de Espanha e França

O mesmo responsável reforça que “neste momento, podemos dizer que estamos no ano zero em termos de sensibilização por parte da gastronomia para com esta cultura. Ainda associamos muito o espargo a pratos mais elaborados de alta cozinha. Em Portugal, à excepção dos grandes centros – Lisboa e Porto -, o consumo deste vegetal é muito reduzido e os principais clientes do espargo nacional são Espanha e França, onde o espargo é um produto com muita aceitação, apreciado de várias maneiras e generalizado por toda a população”.

Originários da Ásia e cultivados desde a antiguidade, os espargos integram de diferentes formas as refeições, seja como entradas, sopas, saladas, acompanhamento de pratos elaborados ou sob a forma de soufflé.

Propriedades nutricionais

Os espargos contêm diversas propriedades nutricionais que começam na proteína vegetal e no alto teor de fibras.

Mas há outros benefícios a ter em conta, como por exemplo: baixos em calorias, com apenas 20kcal em cinco espargos; isentos de colesterol; ricos em potássio, que desempenha um papel importante no metabolismo celular; importante fonte de fibras solúveis e de ácido fólico; ricos em vitamina C; fonte do complexo de vitamina B; contém antioxidantes e é uma fonte de ferro.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

Avisos Agrícolas Entre Douro e Minho: cuidado com o míldio da vinha

A Estação de Avisos Agrícolas de Entre Douro e Minho alerta para o míldio da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.