Início / Economia / Produto Interno Bruto aumentou 1,8% no segundo trimestre de 2019

Produto Interno Bruto aumentou 1,8% no segundo trimestre de 2019

O Produto Interno Bruto (PIB), em termos homólogos, aumentou 1,8% em volume no segundo trimestre de 2019 (taxa idêntica à do trimestre anterior), divulga o Instituto nacional de Estatística (INE).

O contributo da procura interna para a variação homóloga do PIB diminuiu, reflectindo a desaceleração das despesas de consumo final e, em larga medida, do investimento.

Em sentido contrário, o contributo da procura externa líquida foi menos negativo que o observado no trimestre anterior, em resultado da maior desaceleração das importações de bens e serviços que a observada nas exportações de bens e serviços.

De realçar que o Eurostat avançou com uma estimativa de um crescimento de 1,1% para a economia da zona euro (1,3% em toda a União Europeia). A zona euro está em desaceleração: tinha crescido 1,7% no terceiro trimestre de 2018 e 1,2% nos dois trimestres seguintes — agora, desceu para 1,1%.

Crescimento de 0,5% face ao 1. trimestre

Comparativamente com o primeiro trimestre de 2019, o PIB aumentou 0,5%, em termos reais, mantendo a taxa verificada no trimestre anterior.

O contributo da procura interna para a variação em cadeia do PIB foi negativo, após ter sido positivo no primeiro trimestre. Por sua vez, o contributo da procura externa líquida foi positivo, depois de ter sido negativo no trimestre precedente.

Os técnicos do INE explicam que esta estimativa rápida incorpora revisões na informação de base utilizada anteriormente, nomeadamente no que se refere ao comércio internacional de bens e aos indicadores de curto prazo, que não implicaram revisões nas taxas de variação homóloga e em cadeia do PIB em volume.

Pode ler o destaque completo do INE aqui.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Cotações – Suínos – Informação Semanal – 9 a 15 Setembro 2019

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas As cotações médias nacionais do porco …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.