Início / Agricultura / Produtividade dos olivais decresce mas fica acima das 2 toneladas por hectare

Produtividade dos olivais decresce mas fica acima das 2 toneladas por hectare

A maturação da azeitona para azeite, tal como na maioria das culturas permanentes, encontra-se atrasada mais de um mês face à campanha anterior, referem as previsões agrícolas do Instituto Nacional de Estatística (INE), em 31 de Outubro.

Globalmente, o INE estima uma produtividade 15% inferior à alcançada em 2017, mas bastante acima da média dos últimos cinco anos.

Sequeiro versus regadio

Segundo os técnicos do Instituto, a carga nos olivais tradicionais de sequeiro (que representam cerca de ¾ da área total desta cultura) é bastante heterogénea, tendo, duma forma generalizada, beneficiado da precipitação ocorrida ao longo de Outubro, verificando-se um aumento do calibre da azeitona.

Nos olivais intensivos e super-intensivos de regadio não se registaram restrições à utilização de água de rega, se bem que a carga de frutos também seja inferior à do ano anterior.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

PME francesa procura fornecedores de leite em pó para bezerros

Uma pequena e média empresa (PME) francesa, especializada na produção de substitutos do leite e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.