Início / Empresas / Produção eólica diária bate recorde histórico em Portugal. 101,9 GWh

Produção eólica diária bate recorde histórico em Portugal. 101,9 GWh

O Sistema Eléctrico Nacional registou, no dia 23 de Janeiro, o máximo histórico de produção eólica diária com 101,9 GWh, acima dos 99,6 GWh do anterior máximo de 11 de Março de 2018, informa a REN – Redes Energéticas Nacionais.

A produção eólica verificada correspondeu a 61% do consumo diário (167 GWh), colocando Portugal à frente da Europa em share de energia desta origem.

Cerca de 13% (24 GWH) da produção nacional foi destinada a exportação. Este foi também um dia de recorde em Espanha, com a produção eólica a atingir os 367.697 MWh, um incremento de 0,6% face ao anterior máximo histórico, representando 43,2% do consumo diário em Espanha.

5.150 MW nas centrais eólicas

Actualmente, estão instalados nas centrais eólicas 5.150 MW, que em média abastecem cerca de 25% do consumo nacional.

Em 2018 a produção renovável abasteceu 52% do consumo nacional, mais saldo exportador, repartida pela eólica e hidroeléctrica, ambas com 23%, biomassa com 5% e fotovoltaica com 1,5%.

A REN

A REN – Redes Energéticas Nacionais actua em duas grandes áreas de negócio: o transporte de electricidade em muito alta tensão e a gestão técnica global do Sistema Eléctrico; o transporte de gás natural em alta pressão e a gestão técnica global do Sistema de Gás Natural, garantindo a recepção, armazenamento e regaseificação de GNL, bem como o armazenamento subterrâneo de gás natural.

A REN está também presente no negócio das telecomunicações, através da RENtelecom, que inclui serviços diversificados, passando pelas infra-estruturas, serviços geridos ou consultoria.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Lisboa, Alentejo e Algarve. Portugal 2020 tem candidaturas abertas para apoio à inovação

A entidade gestora do Portugal 2020 informa que está aberto o Aviso para os Programas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.