Início / Agricultura / Primeira carne de porco portuguesa parte com destino à China

Primeira carne de porco portuguesa parte com destino à China

A primeira carne de porco portuguesa com destino à República Popular da China é expedida amanhã, dia 30 de Janeiro. São 10 contentores, com 270 toneladas de carne, no valor de um milhão de euros, saem das instalações industriais da Maporal – Matadouro de Porco de Raça Alentejana, em Reguengos de Monsaraz e, passando pelo Porto de Sines, têm como destino final de Hunan, a província chinesa que representa um consumo potencial de 73 milhões de habitantes.

O arranque da exportação deveria ter acontecido no final de Dezembro, mas a greve dos estivadores, no Porto de Sines, atrasou o processo.

Capoulas dá tiro de partida

O momento é assinalado oficialmente, às 10 horas, em Reguengos de Monsaraz, numa cerimónia oficial que conta, entre outras entidades, com a presença do embaixador da China em Portugal, Cai Run, do ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos e dos operadores entre os quais o negócio foi estabelecido – a empresa portuguesa AGP Meat e o chinês ACME Group.

As exportações de carne de porco portuguesa para a China vão movimentar um volume de negócios de 100 milhões de euros em 2019 e de 200 milhões de euros em 2020.

Maporal

A Maporal afirma-se no mercado como uma empresa de referência cuja missão é a prestação de serviços de abate e desmancha, distribuição de carne, de elevada qualidade e valor acrescentado baseada no know-how dos seus colaboradores e parceiros de negócio.

Tudo começou em 2005, quando o Grupo Amorim decidiu como estratégia de negócio aumentar a capacidade produtiva da Barrancarnes numa óptica de fileira, isto é integrando verticalmente a genética, produção pecuária, abate, processamento e comercialização de produtos à base de carne de porco ibérico.

Em 2007, a Maporal foi adquirida pelo Grupo Espanhol Julian Martin, altura em foram realizados os investimentos mais importantes assim como a introdução de novas técnicas ao nível do abate, desmancha e perfilagem de mãos e pernas.

A empresa encontra-se Certificada pela SGS (de acordo com a Norma NP EN ISO 22000:2005) e pelo certificado Norma do Cedro Ibérico.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Tavira: Feira da Dieta Mediterrânica debate turismo gastronómico sustentável

A VII Feira da Dieta Mediterrânica decorre de 5 a 8 de Setembro em Tavira. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.