Início / Agenda / Portugal Fresh garante 2.000 M€ de exportações em 2020 e vai à AgroGlobal procurar negócio

Portugal Fresh garante 2.000 M€ de exportações em 2020 e vai à AgroGlobal procurar negócio

A Portugal Fresh — Associação para a Promoção das Frutas, Legumes e Flores de Portugal garante que o sector vai chegar a 2020 a exportar 2.000 milhões de euros. E para procurar novos negócios já marcou o seu stand na AgroGlobal – Feira das Grandes Culturas que se realiza de 5 a 7 de Setembro de 2018, em Valada do Ribatejo.

Em entrevista à organização da AgroGlobal, o presidente da Portugal Fresh, Gonçalo Andrade, diz que as exportações de frutas têm-se destacado pelo seu maior crescimento, muito impulsionadas pelos três produtos principais: os pequenos frutos, a laranja e a pêra Rocha.

Espanha é o principal mercado, absorvendo cerca de 30% das exportações portuguesas de frutas, legumes e flores, seguida por França, Reino Unido, Holanda e Alemanha.

Garantir o regadio

No entanto, para manter esta evolução, o presidente da Portugal Fresh realça que Portugal precisa de uma “estratégia adequada de médio e longo prazo que permita que o regadio cresça em Portugal” e o apoio ao investimento das empresas portuguesas do sector das frutas, legumes e flores, que são sobretudo PME, o qual “não podemos limitar o incentivo ao investimento, sob pena de travarmos o crescimento das exportações”.

Crescer 1.200 M€ em 10 anos

Gonçalo Andrade relembra que a Portugal Fresh foi criada em 2010, quando as exportações de frutas, legumes e flores valiam cerca de 780 milhões de euros. “Em 2013 o sector atingiu mil milhões de euros de exportações e, nessa altura, quando nos candidatámos a ser o país parceiro da maior feira de frutas e legumes do mundo — a Fruit Logistica —, dissemos que queríamos duplicar as exportações até 2020”.

“É um objectivo que mantemos. Em 2017 atingimos 1.472 milhões de euros, o que representa um crescimento de 12,4% face a 2016. Temos vindo a crescer a uma média de 10% ao ano e se mantivermos este ritmo conseguiremos atingir os dois mil milhões de euros de exportações em 2020”, reforça aquele responsável.

Diversificação

As exportações de pequenos frutos, a laranja e a pêra Rocha têm-se destacado. Mas, o portefólio está a diversificar-se com “produtos de qualidade, distintos pela sua cor, sabor e aroma — kiwis, uva de mesa, legumes, etc — que é uma mais-valia para Portugal, já que em dimensão é difícil concorrermos com Espanha, França ou Itália. A excelente influência atlântica de que beneficiamos garante-nos diferenciação e diversidade de produtos”, diz Gonçalo Andrade.

Espanha a liderar compras

Espanha é o principal mercado, absorvendo cerca de 30% das exportações de frutas, legumes e flores, seguida por França, Reino Unido, Holanda e Alemanha.

Desde 2015 que a Alemanha está no top 5 das exportações portuguesas, representando mais de 90 milhões de euros. “A Alemanha é um mercado muito seguro, com compradores que pagam, garante adequada remuneração dos produtos portugueses, mas também é muito competitivo ao nível dos operadores de mercado (grossista e retalhista). Tem 82 milhões de consumidores e é o maior importador de frutas e legumes da Europa”, frisa o presidente da Portugal Fresh.

Alvos: México e Índia

Mas, para chegar aos 2.000 de euros de exportações, a Portugal Fresh não pode parar de procurar negócio. Por isso tem feito várias acções de prospecção de mercado, missões empresariais, etc.

“Por exemplo, o México, que abriu portas às exportações portuguesas de pêras e maçãs há menos de um ano, é um dos mercados onde temos maior objectivo de crescimento. Tem 120 milhões de consumidores, 20 milhões só na Cidade do México, e as frutas que mais consomem são precisamente as pêras e maçãs”, explica Gonçalo Andrade.

Refira-se que, em 2018, a Portugal Fresh vai realizar cerca de 17 acções de promoção/prospecção em 12 países. E vai pela primeira vez ao mercado indiano, um dos mercados de grande crescimento do consumo.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

Componente técnica do Plano de Ordenamento do Espaço Marítimo dos Açores concluída em 2019

O secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia dos Açores afirmou hoje, 10 de Dezembro, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.