Início / Empresas / Associativismo / Plataforma Alentejo tem 4.000 assinaturas pela acessibilidade nas ligações nacional e internacional

Plataforma Alentejo tem 4.000 assinaturas pela acessibilidade nas ligações nacional e internacional

A Plataforma Alentejo já solicitou audiência ao presidente da Assembleia da República para entregar as primeiras 4.000 assinaturas da sua Petição Pública em defesa de uma “Estratégia Integrada de Acessibilidade Sustentável do Alentejo nas ligações Nacional e Internacional”.

A Plataforma defende a necessidade da electrificação e modernização de toda a linha ferroviária do Alentejo, realçando a sua importância para o desenvolvimento e coesão territorial de toda a Região e o seu papel estruturante e estratégico nas ligações nacionais e internacionais.

O PNPOT e o Alentejo

Considerando o facto do Programa Nacional da Politica de Ordenamento do Território (PNPOT) já estar em apreciação na 11.ª Comissão da Assembleia da República e a possibilidade do mesmo poder vir a ser discutido em Plenário no decurso do próximo mês de Maio, o Secretariado da Plataforma Alentejo entendeu proceder à entrega das primeiras 4.000 assinaturas, até ao próximo dia 10 de Abril.

Desta forma, a Plataforma pretende “poder intervir, ainda em tempo útil, no processo em curso de revisão do PNPOT e, desta forma, sensibilizar os decisores políticos para a necessidade de incluir no PNPOT em discussão o conjunto de propostas já entregues” no quadro da audição do passado dia 27 de Março.

Pedido de assinaturas continua

Com a entrega destas primeiras 4.000 assinaturas a Plataforma Alentejo “assegura a necessidade de discussão em Plenário da Assembleia da República das propostas constantes na “Estratégia Integrada…” as quais considera vitais para todo o Alentejo mas, igualmente, prioritárias e de interesse nacional o que constitui um importante passo na corrida contra o tempo iniciada, em pleno período de férias, a 14 de Agosto do passado ano”.

Mas, garante a Plataforma que “não diminuiu a importância da recolha de mais assinaturas nem a necessidade de se prosseguir a discussão e manifestações de apoio à “Estratégia Integrada…” , pois não podemos ignorar que também a proposta do PNI2030 já deu entrada na Assembleia da república e é da maior importância que todo o Alentejo una esforços para, a uma só voz, reivindicar a inscrição no mesmo das propostas estratégicas que constam na mesma”.

Saiba mais sobre a Plataforma Alentejo aqui.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

52-Fresh cria fábrica de transformação de cenouras em Almerim. Mais 183 empregos

A 52-Fresh vai criar uma unidade de transformação de cenouras pequenas para exportação, em Almeirim. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.