Início / Agricultura / Physalis: a planta que ajuda na recuperação de Alzheimer e Parkinson

Physalis: a planta que ajuda na recuperação de Alzheimer e Parkinson

Artigo de opinião de Rosa Moreira, Eng.ª Agrónoma, promotora do site A Cientista Agrícola

Já ouviu falar da  planta Physalis?

Physalis encontra-se no mercado a um preço considerável especialmente no período do Natal, e é incluída num diversidade de pratos culinários.

Também vários estudos científicos têm estudado esta planta e têm concluído que esta  ajuda na recuperação das células neuronais e, por essa razão, auxilia no tratamento/atraso das doenças neuro-degenerativas como o Alzheimer e  o Parkinson.

Alguns estudos:

Planta amazónica pode ajudar a criar novos neurónios

TRATAMENTO EFICAZ NA CURA DO Alzheimer- PHYSALIS a fruta do momento!

Fruto da Amazónia induz produção de neurónios, diz UFPA

POTENCIAL DAS PLANTAS MEDICINAIS NO TRATAMENTO DE DOENÇA DE ALZHEIMER COM ENFASE EM CURCUMA LONGA

Estudo 2

Physalis & Mal de Parkinson

Physalis

Vários investigadores descobriram que uma das substâncias que a Physalis  contém no talo da planta tem a potencialidade de estimular a produção de novos neurónios no hipocampo.

O hipocampo caracteriza-se por ser uma zona  do nosso cérebro que está ligada à memória e estes profissionais têm vindo a trabalhar no sentido em que pretendem desenvolver medicamentos fitoterapêuticos para ajudar a combater doenças caracterizadas pela perda de memória e para aqueles que sofrem de depressão grave (actualmente estes estudos estão a ser realizados em animais).

Physalis, um fruto embrulhado

Se repararmos  com mais atenção para esta planta, ficamos fascinados com os seus pequenos invólucros em forma de lanterna, que até parecem pequenos embrulhos

Família  das Solanáceas

Pertencentes à família das Solanáceas, os seus frutos são  ricos em carotenóides, ferro, fósforo, vitaminas A e C e de caracterizam-se por ter um sabor agradavelmente ácido.

Visualmente, são pequenas bagas redondas de cor alaranjada com diâmetro entre 1,25 e 2,5 cm e que se encontram protegidas por delicadas estrutura secas, as sépalas, que se assemelham a folhas.

Em Portugal,  é também conhecida como tomate-capucho, alquequenge e capucha.

A duração do seu ciclo cultural é curta e pode ser ser plantada em qualquer época do ano, adaptando-se bem a climas quentes, sendo também  tolerante ao frio.

Se quer produzir este fruto evite:

  • excesso de humidade;
  • geada (proteja as plantas durante os períodos mais críticos);

Características da Physalis

  •  Arbusto pode atingir 2 m de altura;
  • Um dos principais factores a ter em conta é o vento uma vez que  a planta pode quebrar facilmente com ventos fortes.
  • Plantar Physalis perto de  um muro poderá uma excelente escolha  para evitar este problemas da ventania;
  • Estas plantas gostam de  solos franco-arenosos, ricos em matéria orgânica e com pH entre 5,5 e 6,8;
  • Evite  locais sujeitos a encharcamento e onde em anos anteriores  tenham sido cultivadas plantas da mesma família. Exemplo: tomate, pimento e  batata.

Quando colher os frutos de Physalis?

  • produção de frutos terá início quatro a cinco meses após a plantação;
  • A colheita inicia-se quando as sépalas que envolvem o fruto ficam com um tom acastanhado e quase transparentes, fazendo lembrar o papel de arroz
  •  As bagas apresentam no seu interior uma coloração laranja-amarelada.
  • Os frutos devem ser colhidos, com regularidade e algum cuidado para não danificar a planta.
  • Apenas um  arbusto pode produzir até 3 kg de frutos, dependendo das condições edafoclimáticas da sua região.
  • Esta planta funciona quase como uma “invasora” uma vez que dado que contêm elevada quantidade de sementes e no caso de não serem colhidos, ao caírem no solo espalham as sementes ao redor da planta mãe, dando origem a novas plantas.

Physalis como produzir

Gostou deste artigo? Realmente a Natureza é maravilhosa não concorda? Nunca devemos perder a esperança 🙂

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Cotações – Cereais – Informação Semanal – 14 a 20 Outubro 2019

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas Milho Grão – Conjuntura semanal Na …

3 comentários

  1. Tanto Physalis angulata quanto Physalis pubescens trazem esse benefício de auxiliar no tratamento do Mal de Alzheimer?

  2. Nossa muito bom este artigo!!
    Temos que aproveitar com sabedoria tudo que o Senhor nos concedeu nesta terra de uma forma sustentável sempre 👏👏👏👏👏😀

  3. Sou de há muito grande apreciadora deste fruto maravilha.Pessoa idônea afirmou- me que o invólucro em chá combate o colesterol Será?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.