Início / Agricultura / Peste Suína Africana: UE demarca novas zonas de risco elevado na Lituânia e Polónia

Peste Suína Africana: UE demarca novas zonas de risco elevado na Lituânia e Polónia

A Comissão Europeia demarcou novas zonas de risco elevado de Peste Suína Africana com uma dimensão suficiente na Lituânia e na Polónia.

Segundo a Decisão de Execução (UE) 2019/975 da Comissão, de 13 de Junho de 2019, a fim de ter em conta a recente evolução epidemiológica da peste suína africana na União, e para combater os riscos associados à propagação da doença de forma pro-activa, devem ser demarcadas novas zonas de risco elevado com uma dimensão suficiente na Lituânia e na Polónia e essas zonas devem ser devidamente incluídas nas listas das partes I, II e III do anexo da Decisão de Execução 2014/709/UE.

Novos focos já em Junho

Explica o documento que, em Junho de 2019, foram observados dois focos de peste suína africana em suínos domésticos na Lituânia, nos distritos de Šakiai e Marijampolė.

Estes focos de peste suína africana em suínos domésticos constituem um aumento do nível de risco. Por conseguinte, essas zonas da Lituânia afectadas pela peste suína africana devem constar da parte III e não da parte II do anexo da Decisão de Execução 2014/709/UE.

Suínos selvagens

Também em Junho de 2019, foram observados alguns casos de peste suína africana em suínos selvagens no distrito de Elblaski, na Polónia, na proximidade imediata de zonas enumeradas na parte I do anexo da Decisão de Execução 2014/709/UE.

Pode ler o documento completo aqui.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

DGADR leva Seminário “O recurso solo: relevância para Portugal”ao INIAV

A DGADR — Direcção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural realiza o Seminário “O recurso solo: …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.