Início / Agricultura / ONU proclama 2020 como Ano Internacional da Fitossanidade

ONU proclama 2020 como Ano Internacional da Fitossanidade

A assembleia geral da ONU aprovou, no passado dia 20 de Dezembro, uma resolução que proclama o ano 2020 como o Ano Internacional da Fitossanidade.

“Espera-se assim aumentar o reconhecimento geral sobre a importância da sanidade vegetal para a concretização do Objectivos do Desenvolvimento Sustentável”, realça fonte institucional da DGAV – Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária.

40% da produção de alimentos perde-se com pragas e doenças

Actualmente cerca de 40% da produção global de alimentos perde-se devido a pragas e doenças das plantas.

“O Ano Internacional da Fitossanidade é uma iniciativa chave para destacar a importância da saúde vegetal para melhorar a segurança alimentar, proteger o meio ambiente e a biodiversidade, e impulsionar o desenvolvimento económico”, disse o secretário do IPPC — International Plant Protection Convention, Jingyuan Xia.

“Apesar do crescente impacto das pragas de plantas, os recursos são escassos para resolver o problema. Esperamos que este novo Ano Internacional da Fitossanidade desencadeie uma maior colaboração global para apoiar as políticas de saúde das plantas em todos os níveis, o que contribuirá significativamente para a Agenda de Desenvolvimento Sustentável ”, acrescentou.

Para saber mais consulte o site do IPPC, aqui.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

CNCFS leva Seminário sobre a Alfarroba a Loulé. Entrada gratuita

O Centro Nacional de Competências dos Frutos Secos (CNCFS) organiza um Seminário sobre a Alfarroba, …

3 comentários

  1. Maria Teresa Cardoso Duarte

    Agradecia sugestões de como tratar o tema: Fitossanidade, agricultura e mar com alunos ( 7º e 8º anos) moradores em centros urbanos?
    Obrigada

    Maria Duarte

  2. Claudia Flausino Viaro

    Olá, boa tarde! Vocês poderiam sugerir caminhos para trabalhar com as turmas do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental I?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.