Início / Agricultura / Occidens “salta” do azeite e lança Mel .5 biológico da Beira Alta

Occidens “salta” do azeite e lança Mel .5 biológico da Beira Alta

Occidens acaba de apresentar o seu novo produto da linha biológica, o Mel .5. A apresentação foi feita durante o Biofach 2017 – World´s Leading Trade Fair for Organic Food, na Alemanha.

Apresentado numa embalagem de 250 gramas, trata-se da primeira extensão de gama da marca portuguesa que amplia a sua oferta de produtos biológicos. O mel é proveniente da Beira Alta e apresenta um toque multi-floral.

“Os clientes solicitam produtos biológicos e exclusivos. O mel é um excelente produto nacional com oferta reduzida no exterior. Por isso decidimos apresentar o produto na Biofach 2017” diz Carlos Graça à Agricultura e Mar Actual.

Sem produzir, a aposta é na marca

A Occidens que aposta desde o princípio na comunicação do azeite extra virgem biológico, não tem produção própria. A gestão da marca é a sua especialidade. Uma empresa fundada por Carlos Graça e Nuno Pedrosa.

A Occidens é uma marca foi criada para identificar uma gama de produtos alimentares portugueses de alta qualidade identificando-os com o ocidente geográfico da Europa. O negócio começou pelo azeite extra virgem biológico de Trás-os-Montes mas a empresa não se fica por aqui. E já avançou para o mel e poderá alargar a gama de produtos a muitos outros produzidos em Portugal.

O objectivo da empresa é ajudar os lavradores portugueses a colocar no mercado o melhor da sua produção de um modo sustentável e rentável para toda a cadeia de valor e de forma a que os consumidores mais exigentes possam sentir-se satisfeitos.

A Occidens vende actualmente para as lojas independentes em Portugal: Lisboa, Porto, Guimarães, Madeira, etc. No estrangeiro está já a vender para a Bélgica, Alemanha, Polonia e Holanda.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

ANUGA 2019: Água Monchique na maior feira do sector agro-alimentar

A Água Monchique esteve presente naquela que é considerada a maior e mais importante feira …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.