Início / Empresas / Novo Banco Cultura cede aos Açores quatro obras do seu património cultural e artístico

Novo Banco Cultura cede aos Açores quatro obras do seu património cultural e artístico

O Novo Banco vai assinar dois protocolos com dois Museus dos Açores, o Museu Carlos Machado, em Ponta Delgada e o Museu de Angra do Heroísmo, nos dias 31 de Janeiro e dia 01 de Fevereiro, respectivamente, para a cedência de quatro obras, dois mapas portulanos e duas de pintura, que fazem parte do seu património cultural e artístico.

Como é sabido o Novo Banco é o accionista de referência do Novo Banco dos Açores, numa parceria estratégica com as Santas Casas da Misericórdia de todas as Ilhas dos Açores e o Grupo Bensaude.

A assinatura do protocolo com o Museu Carlos Machado, contará com a presença da directora Regional da Cultura dos Açores, Susana Goulart Costa e do CEO do Novo Banco, António Ramalho.

Para este Museu, em Ponta Delgada, serão cedidos para exposição, dois mapas portulanos do séc. XIX da autoria do cartógrafo José Fernandes Portugal.

As obras:

Museu de Angra do Heroísmo

Relativamente à assinatura do protocolo com o Museu de Angra do Heroísmo, que contará com a presença do director do respectivo Museu, Jorge A. Paulus Bruno e igualmente com a presença de António Ramalho, consiste na cedência, para exposição neste Museu, das obras de José Júlio de Souza Pinto “Volta do rio” e “Chamando a barcaça”, pertencentes à colecção de pintura do Novo Banco.

As obras:

Colecção já em 14 Museus do País

Com estes protocolos, e desde Janeiro de 2018, são já 26 as obras de grande relevo cultural colocadas em exposição permanente em 14 museus de várias regiões do país, desde Castelo Branco, Guarda, Guimarães, Setúbal, Caldas da Rainha, Figueiró dos Vinhos, Lisboa, Viseu, Torres Novas, Óbidos, Madeira e agora nos Açores.

Colecções e obras de arte disponíveis em plataforma digital

O Novo Banco lançou também o site nbcultura.pt, a nova plataforma que agrega o património cultural e artístico do banco, desenvolvida e desenhada especificamente para divulgar e partilhar o vasto património do Banco neste âmbito.

Através do nbcultura.pt é possível ter acesso a informação mais detalhada sobre as quatro colecções do Novo Banco: Fotografia Contemporânea, Pintura, Numismática e a Biblioteca de Estudos Humanísticos.

Nesta plataforma, que tem como principal objectivo a partilha do património cultural do banco, disponibilizam-se, em galeria de imagens e por pesquisa, diversas obras de cada um dos acervos, promovendo-se, igualmente, todas as iniciativas que já se realizaram e aquelas que estão previstas.

O Novo Banco Cultura reúne sob um único conceito todas as colecções do Novo Banco, com o objectivo último de preservar e divulgar o seu vasto património, estruturado em quatro pilares:

  • Colecção de Pintura Novo Banco – Conjunto de obras relevantes de pintura portuguesa e europeia de várias épocas, que conta com um programa de depósitos de obras de relevo em importantes museus;
  • Colecção de Fotografia Contemporânea Novo Banco – Venceu, em Novembro de 2018, o prémio internacional nos “Corporate Art Awards – Art Patrons of the XXI Century”, com a distinção “For the Outstanding Photography Collection of 21st century living artists”. Este prémio visa promover a colaboração entre o mundo empresarial e o da arte a nível internacional, sendo um importante reconhecimento do exemplo único de mecenato cultural, que criou uma das mais importantes colecções corporativas de arte contemporânea do mundo composta por artistas vivos do século XXI. Este prémio junta-se ao já vasto e reconhecido curriculum internacional da Colecção.
  • Biblioteca de Estudos Humanísticos Novo Banco – Das mais valiosas bibliotecas particulares especializadas em estudos humanísticos, foi entregue em depósito à Biblioteca da Faculdade de Letras de Lisboa;
  • Colecção de Numismática Novo Banco – Uma das maiores e mais completas colecções de numismática portuguesa, acessível ao público através de marcações, e que através de parceria recente com a Universidade Nova – Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) está também disponível aos alunos e investigadores e projectos académicos.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

Estudo: alterações climáticas põem vinhos da Península Ibérica em perigo

A produção de vinho na Península Ibérica é uma das mais afectadas pelas alterações climáticas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.