Início / Empresas / Negócios do Grupo Garland crescem 14% em ano de reestruturação

Negócios do Grupo Garland crescem 14% em ano de reestruturação

A média de crescimento anual do Grupo Garland é, desde 2015, de 9,4%. No ano passado, com uma facturação de 128,2 milhões de euros , o Grupo registou um crescimento de 14% face a período homólogo. Sensivelmente 85% do volume de negócios foi originado em Portugal e o restante em Espanha e Marrocos, onde possui filiais.

O ano passado fica ainda marcado pela reestruturação do Grupo em quatro áreas estratégicas de negócio, por onde foram distribuídas as 9 empresas Garland. A transformação mais visível do novo organigrama é a nova empresa Garland Transport Solutions.

O Grupo Garland fechou 2017 a facturar mais 16,1 milhões de euros que no ano anterior – um crescimento acima das expectativas que, em meados do ano, apontavam para um volume de negócios próximo dos 120 milhões. Do total facturado, 14,7% referem-se aos mercados internacionais, tendo estes registado um crescimento de 23,7% face ao ano anterior. Isto, apenas três anos após a Garland se ter aventurado na internacionalização.

Revolução tecnológica no sector

O ano ficou marcado pela reestruturação do Grupo Garland, a qual deu origem a um novo organigrama na empresa. A transformação mais visível foi a fusão das operações da Garland Transportes e da Garland Paletes Expresso na Garland Trânsitos, que alterou a sua denominação social para Garland Transport Solutions.

O objectivo foi melhorar o serviço de transportes, disponibilizando mais frequência e mais competitivos tempos de trânsito, assim como a optimização dos recursos subjacentes à actividade. Em 2017, a nova empresa facturou 51,4 milhões de euros, sendo a que mais volume de negócios gera no grupo.

O novo organigrama distribui as empresas do grupo por quatro áreas estratégicas de negócio, nomeadamente: transportes – Garland Transport Solutions e Garland Maroc; logística – Garland Logística; navegação – Garland Navegação, Ocidenave e Ocidenave España; e corporativa – Garland Laidley | Garland Gestão Imobiliária e Anaconda Web.

“Estamos conscientes que, nesta era da informação e da tecnologia, o nosso sector se está a transformar muito rapidamente. Por isso, ou investimos e lideramos a revolução ou não sobrevivemos”, explica Peter Dawson. O presidente do Grupo Garland perspectiva terminar a implementação de todos os softwares no final deste ano. “São tecnologias avançadas que nos permitem oferecer serviços cada vez mais competitivos, com maior informação ao cliente, e automatizar processos, eliminando a burocracia”.

Navegação e logística crescem

Num ano em que a contestação laboral nos portos portugueses deu tréguas, a área da Navegação foi a que registou um maior crescimento. Em 2017, as empresas da Garland nesta área de negócio facturaram mais de 60 milhões de euros, registando um crescimento de 37% face a período homólogo.

De salientar ainda o crescimento na Garland Logística, de 3,8%, que alcançou um volume de negócios de 9,6 milhões. Aquela que é a área de negócios mais recente do Grupo, mas uma das que tem absorvido a maior fatia de investimento – só nos últimos anos, a Garland sentiu a necessidade de ampliar um dos seus centros logísticos na Maia e a requalificar o outro, a intervencionar a sua unidade logística na Abóboda, a construir em Vila Nova de Gaia um novo centro com mais de 33 mil m2 para responder à crescente procura, também motivada pelo e-commerce –, registou um crescimento de 35,2% nos últimos três anos.

Internacionalização

Foi há três anos e meio, em Maio de 2014, que o Grupo avançou com o seu processo de internacionalização. Primeiro em Marrocos, onde desenvolve actividade transitária a partir de Casablanca para todo o Mundo e, posteriormente, com a Ocidenave España em Barcelona e Valência, no país vizinho. No ano passado, o volume de negócios proveniente dos mercados internacionais em que marca presença cresceu 23,7%.

Apesar do crescimento significativo nos mercados estrangeiros, foi Portugal que mais contribuiu para o volume de negócios do Grupo, registando um aumento de 13%.

A Garland fechou o ano de 2017 com um total de 447 colaboradores, mais 22 que em 2016 e mais 61 que em 2015.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

Director Regional da Agricultura: sector da carne cresce significativamente nos Açores

O director Regional da Agricultura destacou o crescimento significativo que se regista na fileira da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.