Início / Agricultura / Negócios da Stef crescem 6,1% com retoma do consumo alimentar em França e Espanha

Negócios da Stef crescem 6,1% com retoma do consumo alimentar em França e Espanha

O volume de negócios do Grupo Stef, especialista europeu da logística do frio, cresceu 6,1% no primeiro trimestre de 2017, para 698 milhões de euros. Esta evolução deveu-se essencialmente à retoma do consumo alimentar em França e Espanha, que é sentida neste início de 2017.

Excluídas as vendas realizadas por conta de terceiros (de clientes do sector da restauração localizados em França, Espanha e Bélgica), o aumento cifra-se em 6,8%, refere uma nota de imprensa da Stef.

A área de transporte e logística foi a principal responsável pelos negócios da empresa, totalizando 587 milhões de euros e a crescer 6,6% relativamente a Março de 2016, sendo o transporte em França responsável por 303,9 milhões de euros e a logística naquele país a representar 125,3 milhões de euros.

No mesmo período, as actividades marítimas do Grupo Stef geram negócios no valor de 20 milhões de euros de Janeiro a Março de 2017.

Transporte e logística em França

Segundo a mesma nota, o transporte em França “beneficia da retoma do consumo alimentar, com os volumes de mercadorias transportadas a registarem um crescimento de 1,9%. O volume de negócios, reforçado por um mês de Março particularmente dinâmico, subiu 5,8% no trimestre (dos quais 2% excluindo clausulas de gasóleo)”.

Já a actividade de logística naquele país, foi marcada por “um forte crescimento da actividade por conta dos industriais agro-alimentares que beneficiam, nomeadamente, de duas novas instalações: um entreposto especializado em TSA (temperado seco alimentar) no norte de Orléans e um entreposto para a massificação de produtos frescos em Darvault, no sul de Île-de-France.

Actividades internacionais

“A Península Ibérica aborda o ano de 2017 com serenidade”, refere a mesma fonte da Stef, acrescentando que o desenvolvimento comercial e a densificação da sua rede de transporte de grupagem contribuem para o aumento de 6,3% do volume de negócios.

A Bélgica distingue-se também com um volume de negócios em alta de 16,6%, uma consequência de novos contratos assinados no final de 2016 nas actividades de logística, bem como de sinergias implementadas com os Países Baixos.

Todas as outras implantações do grupo na Europa registaram um crescimento de actividade, nomeadamente graças “ao efeito de um ano pleno de contratos relevantes conquistados no ano 2016”, salienta a Stef.

Actividades marítimas

Por outro lado, a nota da empresa afirma que o primeiro trimestre “apresenta-se bem para o sector marítimo, nomeadamente em comparação com um início do ano de 2016 que tinha sido marcado por bloqueios penalizadores para a actividade. Suportado por uma actividade de frete bem orientada (volumes aumentaram 20%), o volume de negócios apresenta uma forte subida, com um crescimento de mais de 9,7%”.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Porto de Viana do Castelo cresce 19% na movimentação de mercadorias

O movimento de mercadorias no Porto de Viana do Castelo registou um crescimento de 19% …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.