Início / Featured / Momondo: há destinos de férias exóticos mais baratos do que em Portugal. Saiba onde

Momondo: há destinos de férias exóticos mais baratos do que em Portugal. Saiba onde

Viajar para destinos exóticos pode ficar mais barato do que visitar capitais europeias servidas por voos low cost, normalmente preferidas pelos portugueses. A momondo apresenta, de entre os países mais pesquisados pelos portugueses, aqueles que permitem poupar mais durante a estadia.

Desde o início de 2017 até aos dias de hoje, segundo as pesquisas na momondo, os portugueses têm preferido “escapar” para países como Espanha, França, Itália, Reino Unido e Brasil.

“Nem sempre é intuitivo perceber quanto dinheiro vai ser gasto nas férias, mesmo retirando os custos associados ao alojamento e deslocação, sendo que 59% dos portugueses gosta de ter um orçamento fechado que possa gastar tanto na viagem como na estadia”, segundo o International Travel Survey da momondo. Para reduzir estes custos, pode optar por comprar comida num supermercado, em vez de almoçar ou jantar fora todas as noites. No entanto, na maior parte das vezes acaba por gastar mais do que planeou inicialmente pois, mesmo dentro da Europa, os preços mostram muitas diferenças.

Dentro do TOP 15 de destinos de férias favoritos dos portugueses em 2017, existem seis que oferecem preços significativamente mais baixos que Portugal. Considerando bens em que os turistas geralmente gastam dinheiro enquanto estão em viagem – como água engarrafada, idas a restaurantes, gasolina e compras no supermercado –, a momondo revela, tendo como base o site Numbeo, a lista dos destinos de férias mais baratos que Portugal. “Afinal, por vezes gastar um pouco mais na viagem acaba por compensar se lhe permitir conhecer um destino onde pode gastar menos dinheiro do que gastaria no dia a dia do seu país”, refere fonte da momondo.

A Agricultura e Mar Actual deixa aqui as dicas da momondo por ordem crescente de preços:

Marrocos: 38% mais barato
Em Marraquexe poderá apreciar das mais variadas especiarias, iguarias doces, experiências de hammam relaxantes e paisagens exóticas. Descubra as montanhas e apanhe sol, passando por Tânger ou pela famosa Casablanca. Com tudo de bom que tem a oferecer, Marrocos torna-se ainda mais irresistível pelo facto de ser muito mais barato que Portugal: enquanto em Portugal gasta em média 30€ numa refeição para duas pessoas, num restaurante em Marrocos pode gastar menos de metade, 13,46€. Se optar por ir ao supermercado, também fica a ganhar. Mas atenção, nem tudo é mais barato: uma cerveja pode custar-lhe 2,24€.

Indonésia: 24% mais barato
Na Indonésia pode pedir uma refeição para um e gastar apenas 1,59€. Se estiver acompanhado, gasta cerca de 9,56€ num restaurante, razoavelmente, bom. Não está convencido? O pão no supermercado fica-lhe a menos de 0,10€, embora uma garrafa de vinho possa chegar aos 19€.

Além dos preços baixos, a Indonésia oferece-lhe um paraíso pouco turístico com diversas opções para aqueles que se aventuram a fazer o seu próprio itinerário, como as selvas de Papua ou o trilho Kokoda. Em Bali, por exemplo, poderá observar um dos nasceres do sol mais bonitos do mundo no topo do Monte Batur: a vista da caldeira circundante e do lago banhados a tons de amarelo valerá a pena.

República Checa: 22% mais barato
Aprenda a dizer “Děkuji” em checo, pois é o único país entre os favoritos dos portugueses com um custo de vida mais baixo e a cerveja mais barata. Aqui gasta 1,15€ por uma garrafa de meio litro o que, embora não seja uma grande diferença para os 1,50€ de Portugal, já ajuda a poupar. Opte por apanhar os transportes públicos (0,92€ por bilhete) e dirija-se a Praga, onde poderá encontrar a Cabeça do Franz Kafka, uma escultura de espelhos com 42 camadas que atrai bastantes turistas anualmente. Se preferir algo mais veraneante, opte por apanhar o eléctrico e visite a praia da cidade Žluté lázně, capaz de refrescar qualquer encalorado. Além de fazer jogos como ping-pong ou futebol, poderá ainda comer um gelado no bar da praia ou visitar um jardim de cerveja.

Argentina: 16% mais barato
Enquanto o queijo no supermercado fica quase 1€ mais barato, prepare-se para pagar 2,15€ por um cappuccino num restaurante/café. Também na água nota a diferença: uma garrafa de 1,5L custa cerca de 1,10€, mais 0,57€ que em Portugal.

No entanto, se quiser andar a movimentar-se pelo país, percebe que a Argentina fica mais em conta que Portugal. Alugue um carro e faça a “Rota dos 7 Lagos”, 108 quilómetros que ligam San Martin de Los Andes a Villa La Angostura, oferecendo-lhe uma das vistas mais bonitas da Patagónia. Embora tenha “7” no seu nome, esta rota com cerca de 9 ou 10 lagos – embora os mais conhecidos sejam o Correntoso, o Escondido, o Espejo, o Falkner, o Machónico, o Villarino, e o Lácar – com belíssimas águas paradisíacas que vão desde o verde mais vivo ao azul mais intenso. Mesmo assim, com todas as contas feitas, vai ver que compensa.

Cabo Verde: 12% mais barato
Em termos de produtos de supermercado pode achar Cabo Verde mais caro do que Portugal, no entanto, se gostar de comer fora, uma refeição para dois custa apenas cerca de 22,67€. Se comer sozinho, fica a pouco mais de 6€. Também vai sentir mais facilidade no que diz respeito às deslocações: os bilhetes de transportes públicos custam até 0,36€ e a gasolina 0,51€ por litro, permitindo-lhe conhecer todos os bonitos recantos que viajou para ver. Não se esqueça de viajar o Pico do Fogo, um vulcão activo de quase 3 mil metros de altura, ou de conhecer Praia (capital), Mindelo e Santa Maria, além de dar um mergulho na Ilha do Sal.

Tailândia: 9% mais barato
Embora a Tailândia seja apenas 9% mais barata que Portugal, a diferença é bastante notável. Quer ir comer fora antes de conhecer as vistas? Custa-lhe 1,55€. Deseja apanhar um táxi até ao seu destino? Apenas terá de pagar 0,21€ por minuto. Neste país o que lhe fica mais caro são alguns luxos como o queijo, que pode chegar aos 15€.
Além dos preços mais baixos, a Tailândia é um destino popular de férias graças à noite incrível em Bangkok, aos templos estonteantes em Chiang Mai, e às praias maravilhosas de Phuket e Koh Samui. Certamente são locais que não perderá a oportunidade de conhecer.

“Embora seja preciso um investimento maior em termos de deslocação até alguns destes países, todo esse esforço é recompensado com aquilo que poupa no destino. Aprecie as paisagens paradisíacas e todas as novas culturas que pode conhecer sem estar a fazer as contas a quanto gasta: afinal, se tivesse ficado a comer num restaurante, a utilizar o seu carro ou a ir ao supermercado em Portugal, estaria a gastar mais”, refere a mesma fonte da momondo.

Entre os países mais caros, geralmente escolhidos pelos portugueses para passar férias, encontram-se a Suíça (184%), Holanda (86%) e Reino Unido (76%).

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

Makro Albufeira recebe Feira de Hotelaria e Restauração Algarve 2019

A Makro Portugal organiza mais uma edição da Feira de Hotelaria e Restauração nos próximos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.