Início / Agricultura / Mirtilos: Bagas de Portugal avança com saladas para Inglaterra

Mirtilos: Bagas de Portugal avança com saladas para Inglaterra

Cooperativa Bagas de Portugal, especializada em mirtilos, vai apostar nos sub-produtos. E a próxima aposta passa pelo Reino Unido, onde esperam ter uma marca de saladas portuguesa a incorporar os pequenos frutos nos seus produtos, já em Outubro. “Vamos desidratar fruta em barras que vai ser adicionada a saladas de uma reconhecida marca portuguesa”, disse o presidente da Cooperativa, Paulo Lúcio, durante a  CALtalks Agrobusiness 2016, promovida pela Câmara Agrícola Lusófona (CAL), na Feira Nacional de Agricultura, em Santarém.

Paulo Lúcio salientou que “uma baga muito pequena, que foi abandonada, vai-nos [a Portugal] tornar verdadeiramente inovadores”. E acrescenta que a “estratégia é vender para o mercado internacional”.

Aquele responsável adiantou que os portugueses consomem 405 gramas de mirtilos por ano, quando “há países que consomem vários quilos. São mais valorizados no estrangeiro. E essa tem de ser a nossa aposta”. Além disso, Paulo Lúcio defende que se deve “diferenciar a fruta através da transformação e venda de sub-produtos”.

Chá de mirtilo

Por isso, a Bagas de Portugal está já a pensar em várias soluções de inovação “As folhas de mirtilo têm o dobro dos antioxidantes da generalidade da fruta. o chá é doce e agradável. Podemos adicionar canela, por exemplo, e até conseguimos que as crianças gostem desse chá gelado”, diz Paulo Lúcio.

Ainda nos pequenos frutos, quanto ao goji, “tivemos um encontro de produtores, Servimos um creme de castanha com folhas de goji e uma salada com folhas. Na China 10% do rendimento dos produtos é de folhas frescas. Não vamos descurar isso”, diz o presidente da Bagas de Portugal.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

CIP organiza Congresso “Portugal: Crescimento ou Estagnação? A resposta está nas empresas!“

A CIP – Confederação Empresarial de Portugal realiza, no próximo dia 22 de Outubro, o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.