Início / Agricultura / Mercadorias e segurança alimentar têm manual de desalfandegamento

Mercadorias e segurança alimentar têm manual de desalfandegamento

O manual “Desalfandegamento de mercadorias versus Segurança da cadeia alimentar – Manual dos procedimentos de importação e (re)exportação”, da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), já está disponível. Pode ser consultado no site da AT, seleccionando o tema Segurança da Cadeia Alimentar.

A DGAV – Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária colaborou com a AT na elaboração deste manual que “é uma óptima ferramenta de trabalho para operadores do sector alimentar, seus representantes, técnicos oficiais das distintas entidades envolvidas na importação de géneros alimentícios, materiais e objectos destinados a entrar em contacto com géneros alimentícios (MOB) e alimentos para animais”, diz a DGAV.

No manual elencam-se os procedimentos a adoptar pelos operadores e seus representantes para importar géneros alimentícios, MOB e alimentos para animais. De igual modo descrevem-se os procedimentos das entidades envolvidas nos controlos aduaneiro e oficial daquelas mercadorias.

Defesa do consumidor

Refira-se que a legislação alimentar da União Europeia tem por objectivo garantir a segurança dos géneros alimentícios e a defesa dos interesses dos consumidores, bem como a segurança dos animais e dos alimentos para animais, a protecção das plantas e dos produtos vegetais, abarcando todos os produtos com impacto directo ou indirecto nesta segurança, nomeadamente, matérias e artigos que entrem em contacto com os alimentos para consumo humano (géneros alimentícios) e/ou alimentos para animais, produtos fitossanitários, entre outros.

O manual pretende sistematizar num único instrumento todos os procedimentos que se mostram exigíveis para o desalfandegamento dos géneros alimentícios e dos alimentos para animais bem como das mercadorias que directamente ou indirectamente contribuem para a segurança da cadeia alimentar, bem como para a saúde e o bem-estar dos animais.

A fim de evitar a dispersão de instruções/orientações administrativas no que aos produtos da pesca respeita, integra -se também no manual os procedimentos comunitários associados à protecção dos interesses da União Europeia ao nível da preservação dos recursos marítimos.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

DGAV alerta para vírus do fruto rugoso castanho do tomateiro e pimenteiro

A União Europeia estabeleceu medidas de emergência para o Tomato Brown Rugose Fruit Virus (ToBRFV), …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.