Início / Agricultura / Medição de pH garante qualidade das carcaças de bovinos abatidos nos Açores

Medição de pH garante qualidade das carcaças de bovinos abatidos nos Açores

A Secretaria Regional da Agricultura e Florestas açoriana, através do IAMA – Instituto de Alimentação e Mercados Agrícolas, apurou que os valores de pH das carcaças de bovinos abatidos nos matadouros da Região nos dois primeiros meses deste ano comprovam a qualidade da carne produzida nos Açores.

Em Janeiro e Fevereiro deste ano, foram aprovadas 8.894 cabeças de gado, a maioria destinada à exportação, sendo que 95,8% das carcaças rastreadas apresentaram valores de pH inferiores a 6.

A percentagem atingiu mesmo 100% no mês de Fevereiro nos matadouros de Santa Maria, Graciosa, São Jorge, Faial e Flores.

Assim sendo, a totalidade das carcaças rastreadas nesse período, tanto para consumo como para exportação, cumpriu os parâmetros internacionais de qualidade.

Mais animais rastreados

“O número global de animais rastreados aumentou nos dois primeiros meses de 2017 e os resultados reforçam a qualidade da carne abatida nos Açores. Esta qualidade tem sido reconhecida pelos mercados, já que a exportação de carne bovina dos Açores aumentou 25% em 2016 face ao ano anterior”, diz uma nota do Governo Regional dos Açores.

O aumento das exportações resulta “do trabalho dos produtores e distribuidores açorianos desta fileira e também da estratégia do Governo dos Açores, traduzida na melhoria significativa da rede regional de abate que este ano prosseguirá com um investimento de 14 milhões de euros nos matadouros do Faial, Graciosa, Terceira e São Miguel”, acrescenta a mesma nota.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

Plano de investimentos dos Açores para 2018 afecta 170 M€ à agricultura

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas açoriano, João Ponte, afirmou, em Angra do Heroísmo, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *