Início / Política / Ambiente / Ljubljana é a cidade mais verde da Europa

Ljubljana é a cidade mais verde da Europa

A cidade eslovena, que é este ano a Capital Verde Europeia, é a primeira capital da Europa a chegar mais perto do conceito “lixo zero”, uma sociedade em que todos os produtos e recursos são tuilizados e reutilizados e em que nenhum resíduo acaba em aterros.

Segundo o comunicado da Comissão Europeia, este é “um feito admirável, conseguido gradualmente ao longo da última década, durante a qual os responsáveis políticos, os empresários e os cdadãos trabalharam juntos para criar um ambiente urbano mais sustentável”.

“Até há pouco tempo, tínhamos orgulho em chamar à nossa capital ‘a Branca Ljubljana’. Hoje, quando muitas cidades estão cada vez mais poluídas, Ljubljana está mais limpa e mais verde do que nunca, por isso ficamos satisfeitos que seja a Capital Verde da Europa”, declarou o Primeiro-Ministro da Eslovénia, Miro Cerar. “As melhorias implementadas ao longo dos últimos anos provam que as medidas pró-ambiente não se tornam um custo, antes aumentam a qualidade de vida”, acrescentou.

Como o conseguiram?

A estratégia exemplar seguida em Ljubljana na gestão dos lixos urbanos e de desenvolvimento de uma economia circular beneficiou de uma abordagem multi-facetada. Esta estratégia passou por facilitar a reciclagem e reutilização, melhorar os sistemas de separação e tratamento dos resíduos e incentivar os cidadãos e empresários a reduzir a quantidade de lixo que geram.

Entre os cinco finalistas para a Capital Verde Europeia de 2016, Ljubljana era a única cidade a não ter uma incineradora de lixo nem planos para construir uma. Em vez disso, a capital eslovena concentrou-se em soluções alternativas, incluindo um plano extensivo de gestão dos resíduos que trouxe progressos significativos no sentido de uma sociedade sem desperdício.

A cidade incentiva a reciclagem através do seu Centro de Re-utilização, um pólo público e uma loja que usa apenas mobiliário reciclado onde, em média, são trocados 75 produtos por dia, 100 são vendidos e outros são recolhidos e reparados. A iniciativa, gerida pela empresa pública de gestão de resíduos Snaga, também faz parte de um programa educacional que ensina às crianças e jovens a importância da creatividade, inovação, do empreendorismo social e da economia verde.

Reutilizar mais, produzir menos lixo

Os habitantes de Ljubljana reduziram a quantidade de lixo que produzem em 15% nos últimos anos. Em 2014, cada pessoa gerava, em média, 283 quilos de lixo por ano, o que representa menos 41% do que a média europeia.

Os pontos de reciclagem e depósitos de lixo facilmente acessíveis, juntamente com a recolha porta a porta de alguns tipos de resíduos, asseguram agora que dois terços do lixo doméstico e das empresas em Ljubljana são reciclados ou sujeitos a compostagem. Assim, a quantidade de materiais recuperados na cidade aumentou de 16 quilos por pessoa em 2004 para 145 quilos em 2014, o que resultou numa redução do lixo que acabava em aterros de 59%.

A recolha e a separação são geridas pela Snaga, no Centro Regional para a Gestão de Resíduos perto de Ljubljana, construído com a ajuda dos fundos estruturais da União Europeia, que contribuíram com 78 milhões de euros para a sua modernização.

Este Centro pode produzir até 25.000 toneladas de matérias primas secundárias, além de energia “verde”. Os resíduos orgânicos, por exemplo, são transformados em biogás, forncendo energia à fábrica de separação, e em composto (ou seja, adubo orgânico) que é utilizado nos espaços verdes da cidade.

Ljubljana planeia agora aumentar a recolha selectiva dos resíduos para 75% do total e reduzir o lixo residual para 60 quilos por pessoa até 2025, assegurando a sua posição, no futuro, como uma cidade verde exemplar.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Socialista Manuel Pizarro é relator-sombra para a revisão do Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas

O eurodeputado socialista Manuel Pizarro foi nomeado relator-sombra pelo Grupo da Aliança Progressista dos Socialistas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.