Início / Agricultura / João Ponte: Organizações de produtores são parceiros no desenvolvimento da agricultura

João Ponte: Organizações de produtores são parceiros no desenvolvimento da agricultura

O secretário Regional da Agricultura e Florestas salientou, em Santa Maria, o papel relevante que as organizações de produtores prestam aos seus associados, mas também enquanto parceiros do Governo dos Açores na definição de orientações estratégicas com vista ao desenvolvimento do sector agrícola.

“O papel que as organizações de produtores prestam nos Açores é de grande relevância, quer ao nível da ajuda técnica aos agricultores, quer também enquanto parceiras do Governo Regional”, afirmou João Ponte, acrescentando que a ARCOA — Associação de Criadores de Ovinos e Caprinos é um bom exemplo disso.

ARCOA celebra 33 anos

João Ponte, que falava sábado, 26 de Janeiro, nas comemorações do 33.º aniversário da ARCOA, desafiou esta associação a realizar um evento de promoção da carne de ovino e caprino na Ilha de São Miguel tendo em vista dar notoriedade à qualidade das suas produções, conquistar novos mercados e obter uma maior valorização, salientando que o Governo dos Açores está disponível para apoiar a concretização desse evento promocional.

Em 2017, com o apoio do Executivo regional, a ARCOA importou ovelhas francesas para incrementar a produção de leite em Santa Maria e promover a produção de queijo.

“O Governo Regional acredita no sucesso deste projecto, daí que o tenha apoiado desde a primeira hora. Com determinação, força de vontade e, acima de tudo, persistência será possível alcançar resultados positivos, criando mais riqueza e dinamismo à economia mariense”, afirmou João Ponte, acrescentando que esta associação também foi apoiada na transformação de uma área considerável de terreno inculto em pastagem e nas obras para construção de uma queijaria.

“Apoio incondicional” ao projecto da queijaria

O secretário Regional da Agricultura e Florestas frisou que o “apoio incondicional” do Governo dos Açores ao projecto da queijaria insere-se na política de desenvolvimento da diversificação agrícola em Santa Maria, com o objectivo de contribuir para uma maior competitividade das explorações ligadas a este tipo de actividade, manifestando a convicção de que, brevemente, possa começar a surgir no mercado queijo de ovelha.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Cotações – Cereais – Informação Semanal – 14 a 20 Outubro 2019

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas Milho Grão – Conjuntura semanal Na …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.