Início / Agenda / INIAV recebe debate sobre gestão cinegética, caça e biodiversidade

INIAV recebe debate sobre gestão cinegética, caça e biodiversidade

O secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas, preside amanhã, 28 de Junho,a partir das 10 horas, à abertura das Sessões Temáticas da Cimeira da Fauna e Gestão Cinegética, nas instalações do INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, em Oeiras.

Trata-se de uma iniciativa do Centro de Competências para o Estudo, Gestão e Sustentabilidade das Espécies Cinegéticas e Biodiversidade.

A Cimeira da Fauna e Gestão Cinegética é dedicada à partilha e transferência de conhecimento e inovação no domínio das espécies silvestres, gestão cinegética, caça e biodiversidade.

Caça sustentável

O Centro de Competências para o Estudo, Gestão e Sustentabilidade das Espécies Cinegéticas e Biodiversidade foi criado a 6 de Maio de 2018, em Santarém, com o objectivo de promover o desenvolvimento sócio-económico da caça, de uma forma sustentável.

Este Centro de Competências visa o estudo da exploração sustentada dos recursos cinegéticos e do restabelecimento do equilíbrio ecológico no território nacional, estimulando a conservação da natureza e a protecção da biodiversidade, bem como o desenvolvimento rural e a valorização dos produtos da caça.

Conservação da vida selvagem

O Centro visa ainda demonstrar o papel construtivo que a caça sustentável e os caçadores desempenham na conservação da vida selvagem, na gestão do mundo rural e na preservação da biodiversidade.

Outra das suas funções será gerar e aprofundar o conhecimento científico sobre a biologia das espécies cinegéticas e realizar estudos da dinâmica das respectivas populações e de epidemiovigilância das mesmas.

Parceiros

Os parceiros nucleares do Centro são o INIAV, o Instituto da Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), a Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV), a Associação Nacional de Proprietários Rurais, Gestão Cinegética e Biodiversidade (ANPC), a Confederação Nacional dos Caçadores Portugueses (CNCP), a Federação Portuguesa de Caça (FENCAÇA), o Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos (CIBIO) da Universidade do Porto/ Rede Nacional de Investigação em Biodiversidade e Biologia Evolutiva (InBIO), o Instituto de Biologia Experimental e Tecnológica (iBET), a Ordem dos Médicos Veterinários e a Câmara Municipal de Mértola.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Iapmei vai ter StartUP Voucher “na estrada” até final de Outubro

O IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação, até ao final do mês de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.