Início / Agricultura / IFAP simplifica Sistema de Informação e Registo Animal. Veja o vídeo explicativo
vacas pastagem

IFAP simplifica Sistema de Informação e Registo Animal. Veja o vídeo explicativo

O IFAP – Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas disponibilizou mais uma aplicação de correcção para melhorar a utilização do SNIRA – Sistema Nacional de Informação e Registo Animal.

Para instruir o utilizador na utilização desta nova aplicação, o IFAP produziu o vídeo tutorial que pode visualizar no Canal YouTube aqui.

O IFAP espera que as funcionalidades agora disponibilizadas “ajudem a melhorar a utilização do sistema SNIRA. Continuamos receptivos a acolher as vossas opiniões sobre melhorias que considerem importantes, tanto do ponto de vista da utilização, como da garantia da coerência da informação registada”.

Os organismos e entidades com acesso à aplicação são as seguintes:

  • SVOs – Serviços Veterinários Oficiais
  •  Animais sem raça especial
  •  Animais não controlados
  •  Animais com estado activo
  • Entidades Protocoladas com o IFAP
  • Animais sem raça especial
  • Animais não controlados
  • Animais com estado activo
  • Associações de raças especiais
  • Animais da raça que representam qualquer que seja o estado (incluindo mortos, desaparecidos e exportados)
  • Animais que não são de raça especial com estado activo
  • Beneficiários
  • Só consulta

Estarão disponíveis para correcção os seguintes atributos:

  • Data de nascimento
  • Sexo
  • Raça
  • Cor/pelagem
  • Identificação da mãe
  • Identificação do Pai
  • I.A
  • T.E.
  • Identificação da mãe dadora
  • Tipo de parto
  • Tipo de nascimento
  • Identificação particular
  • Data de identificação do animal
  • Apenas para raças especiais
  • Nº Touro
  • Registo Genealógico
  • LN
  • Data de LN
  • LA
  • Data de LA

Agricultura e Mar Actual

 

loading...

Verifique também

marta guerreiro 170734

Açores investe 500 mil euros para plantar 250 mil árvores

Os Açores contaram ontem, 23 de Abril, com várias as acções de conservação da natureza …

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *