Início / Agricultura / ICNF alarga período de licenciamento de caça ao javali até 30 de Setembro

ICNF alarga período de licenciamento de caça ao javali até 30 de Setembro

O ICNF — Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas decidiu prorrogar o prazo de licenciamento para as entidades titulares ou gestoras de zonas de caça interessadas em realizar medidas de correcção de densidade de javali, até 30 de Setembro de 2019.

Explica o Edital N.º 2/2019 que, considerando a “necessidade de continuar a realização de medidas para controlo de efectivos populacionais de javali com vista à prevenção da peste suína africana (PSA) assim como o reforço de medidas para a diminuição de danos causados em culturas agrícolas e florestais, importa promover mais acções de âmbito nacional que conduzam a uma maior eficiência no controlo daquelas populações”.

Batidas

A correcção de densidade de javalis pode ser feita pelo processo de espera e ainda de batida com recurso a cães e ou armas de fogo.

Para pedir a autorização devem as entidades titulares ou gestoras de zonas de caça preencher o modelo 1 anexo ao Edital N.º 2/2019, disponível aqui, que deverá ser entregue directamente nos serviços do ICNF, ou através de uma das organizações do sector da caça de 1.º nível.

Ver também:

Agricultores lesados pelos Javalis recebidos na Assembleia da República

CNA quer indemnizações aos “lesados pelos javalis” e dá prazo de um mês ao Ministério da Agricultura

“Lesados pelos Javalis” concentram-se à porta da DRAP Centro a 17 de Abril

ICNF avança com estudo sobre população de javalis

CDS quer contabilizar javalis e pede valorização da carne e seguros para agricultores

Javalis fazem prejuízo de 985 mil euros nas searas de milho. Produtores pedem esforço de caça

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Museu Marítimo de Sesimbra nomeado para Museu Europeu do Ano

O Museu Marítimo de Sesimbra está nomeado para o prémio Museu Europeu do Ano, cujo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.