Início / Agricultura / IACA alerta: Explorações pecuárias podem ficar sem alimentação para os animais

IACA alerta: Explorações pecuárias podem ficar sem alimentação para os animais

A IACA — Associação dos Industriais de Alimentos Compostos para Animais alerta: as explorações pecuárias “podem ficar sem alimentação para os animais já amanhã [18 de Abril] por não ser possível transportá-la para os locais de consumo”. Tudo devido à greve dos motoristas de transporte de matérias perigosas.

Por isso, enviou uma interpelação ao primeiro-ministro, António Costa, solicitando que “a situação não seja descurada, que o sector da alimentação animal seja contemplado na definição dos serviços mínimos, e que através do envolvimento dos ministros da Economia, Agricultura e Administração Interna sejam envidados todos os esforços para que seja possível repor o abastecimento de combustíveis” àquelas empresas.

A IACA realça também que o transporte das matérias-primas para as fábricas que produzem esta alimentação também está em causa e avisou que “o abastecimento de produtos de origem animal ao mercado pode estar em risco”.

84.000 explorações pecuárias em risco

Segundo a Associação, sem combustível, algumas empresas poderão “deixar de satisfazer os seus compromissos”, colocando em causa o normal funcionamento da actividade pecuária “em cerca de 84.000 explorações pecuárias”, afectando uma área empresarial que representa 2,8 mil milhões de euros, 38% do total da economia agrícola nacional (7,2 mil milhões euros), assim como o abastecimento de produtos de origem animal à população portuguesa.

A greve dos motoristas de matérias perigosas, que começou à meia noite de segunda-feira, foi convocada pelo Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP), por tempo indeterminado, para reivindicar o reconhecimento da categoria profissional específica.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Regiões Ultra-periféricas reforçam apoios junto do Parlamento Europeu

O secretário Regional Adjunto da Presidência para as Relações Externas dos Açores manifestou hoje, 19 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.