Início / Empresas / Grupo Crédito Agrícola lucra 127 milhões de euros até Setembro

Grupo Crédito Agrícola lucra 127 milhões de euros até Setembro

O Grupo Crédito Agrícola (Grupo CA), presidido por Licínio Pina, apresentou resultados líquidos positivos de 127 milhões de euros nos primeiros nove meses de 2017, mais 103,6 milhões de euros que o registado em igual período de 2016.

Os recursos de clientes sob a forma de depósitos bancários totalizaram os 12,1 mil milhões de euros, evidenciando um crescimento, em termos homólogos, de 6,8% por cento, que corresponde a 776 milhões de euros. Em Setembro, o rácio de transformação de depósitos em crédito líquido ascendia a 69,8%, o que denota que o CA continua bastante confortável com os seus níveis de liquidez.

Por sua vez, o rácio Common Equity Tier 1, que se fixou em 13,2%, confirma a solvabilidade do Grupo CA.

A rentabilidade alcançada pelo Grupo Crédito Agrícola nos primeiros 9 meses do ano (+9,4% de ROE face ao período homólogo) espelha os resultados positivos conseguidos nas diferentes componentes do Grupo (Caixas Agrícolas, Caixa Central, companhias de seguros vida e não vida e gestão de activos e fundos de investimento), sendo de assinalar os contributos positivos de 6 milhões de euros da CA Vida, de 2,5 milhões de euros da CA Seguros e de 0,2 milhões de euros da CA Gest.

Carteira de crédito

Em 30 de Setembro de 2017, a carteira de crédito (bruto) a clientes do Grupo Crédito Agrícola ascendeu a 9,150 mil milhões de euros, uma variação positiva de 6,3% nos últimos 12 meses que contrasta com a variação negativa de 3,3% registada pelo conjunto das instituições financeiras em Portugal para o mesmo período.

Em termos de qualidade da carteira de crédito do Grupo Crédito Agrícola, o rácio de crédito vencido há mais de 90 dias em Setembro de 2017 situou-se nos 5,9% e o rácio de crédito em risco (segundo Instrução 24/2012 do Banco de Portugal) fixou-se em 9%.

O Crédito Agrícola, único banco a operar em Portugal filiado no sector bancário cooperativo europeu (que integra alguns dos maiores bancos mundiais), constitui um Grupo de referência no sistema bancário português (3º banco mais sólido em Portugal, segundo a revista “The Banker/Financial Times” publicada em 2017), com capitais exclusivamente nacionais, do qual fazem parte um conjunto de empresas financeiras, entre as quais as seguradoras CA Vida e CA Seguros, e que apresenta uma oferta universal de produtos e serviços financeiros e de protecção.

“O Grupo CA, através da implementação de uma estratégia coordenada entre os 81 bancos regionais que o compõem, prossegue empenhado em dinamizar a economia das cidades e vilas e em contribuir para a coesão social e territorial de Portugal”, diz um comunicado do banco.

O Grupo CA apresenta actualmente a maior rede bancária em Portugal com 669 agências tendo, em termos líquidos, reduzido apenas 4 agências nos últimos 9 meses.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

Empresa cipriota procura fabricantes de aglomerados de madeira e contraplacado

Uma empresa cipriota de madeira está à procura de empresas que fabriquem painéis de partículas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *